: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
de
Hélder Câmara


   29/05/2005                 

Topalov confirma favoritismo em Sofia

 



 


Grand Hotel Sofia, local dos jogos

      O super GM-A búlgaro Veselin Topalov venceu o M-Tel Marters, celebrando em Sofia, na Bulgária, entre 12 e 22 deste mês, com um rate-performance de 2850 pontos. Esse torneio, que atingiu os 2747 pontos-ELO, categoria 20, constituiu-se até agora como o mais forte da temporada.

 
     Na tabela final, 1) V. Topalov, com 4 vitórias, 5 empates e 1 derrota, totalizou 6.5 pontos em 10 possíveis; 2) V. Anand (271) 5.5; 3/4) Judit Polgar (181) e R. Ponomariov (262) 5; 5/6) V. Kramnik (244) e M. Adams (163) 4.

     A partida a seguir, jogada na penúltima rodada, definiu as colocações finais desse magnífico torneio em que se comemorou os 10 anos da empresa búlgara de telefonia celular Mobiltel e que teve a organização da Kaissa Chess Management, de Silvio Danailov, segundo de Topalov.



                                         
                      

      V. Topalov (2778) x (2695) R. Ponomariov (9ª rod. M-Tel, Sofia, 21.05.2005 – India da Dama, E 15).

     1 d4 Cf6 2 c4 e6 3 Cf3 b6 4 g3

Durante muito tempo a teoria considerou essa Variante Normal como a melhor para as brancas.

     4...Ba6

     Uma paradoxal idéia de Nimzowitch, cedendo o controle da via-láctea (h1-a8) para atacar c4. Segundo Geller, as pretas recorrem a essa linha quando pretendem complicar o jogo.

     5 b3!? Bb4+ 6 Bd2 Be7 7 Cc3 0-0

     Neste mesmo torneio, acontecera 7...c6 8 e4 d5 9 Dc2 dxe4 10 Cxe4 Bb7 11 Ceg5 c5 12 d5! exd5 13 cxd5 h6 14 Cxf7!, com forte ataque, 1-0 in 52. Topalov x Anand, 6ª rodada.

     8 Tc1

     Essa estranha continuação, desenvolvendo todas as peças da ala da dama e atuando com o bispo de f1 na diagonal f1-a6, ao invés de postá-lo em g2 como seria o plano original dessa abertura, foi ensaiada na partida Topalov x Gelfand, Amber rapid 2004, tendo seguido 8...c6 9 e4 d5 10 Bd3?! dxe4! 11 Cxe4 Cbd7, com equilíbrio, ½-½ in 50.

     8...c6 9 e4 d5 10 e5! N  (diag. 1)




     Na entrevista à Imprensa que os jogadores concediam após as partidas, Topalov revelou seu equívoco contra Gelfand, quando queria e devia ter jogado 10 e5 e 11 Bd3, mas que por um incrível lapso manual inverteu essa seqüência e jogou primeiro 10 Bd3, permitindo 10...dxe4. Dois meses depois dessa partida, Bologan, possivelmente seguindo os passos do melhor jogador da atualidade, mas sem compreender o contexto da posição, jogou também 10 Bd3?! dxe4 11 Cxe4 Cbd7 e perdeu em 35 lances. Bologan x Tkachiev, Belfort 2004.

     10...Ce4 11 Bd3 Cxc3?!

     Conforme o Fritz 8.0 era melhor 11...Cxd2! 12 Dxd2 Cd7 13 Dc2 f5 14 exf6-ep Cxf6 e essa posição, passível de se abrir, beneficiaria o par de bispos, =0.09.

     12 Txc3 c5!?

     A posição denuncia que as brancas vão assaltar impunemente a ala do rei, daí a necessidade urgente de detonar o centro para criar contrajogo.

    13 dxc5 bxc5

    Se 13...Bxc5? 14 Bxh7+!+-.

    14 h4! h6

    No caso de 14...Te8 15 Bxh7+ Rxh7 16 Cg5+ Rg8 17 Dh5 Bxg5 18 hxg5 Rf8 19 Tf3, ganhando.

    15 Bb1!!   (diag. 2)

    
 
  
  Preparando o terrível estilingue Bb1-Dc2 para atingir o corvo de g8.

     15...f5?

     As análises caseiras de Topalov, que iam até este momento, apontavam como único 15...Cd7, embora depois de 16 Bxh6! f5 (se 16...gxh6 17 Dc2 f5 18 exf6-ep Cxf6 19 Dg6+ Rh8 20 Cg5! Bc8 21 Tf3+-) 17 Bf4 as brancas mantivessem um ataque vitorioso.

     16 exf6-ep Bxf6 17 Dc2! d4

     Se 17...Bxc3 18 Dh7+ Rf7 19 Bxc3 d4 20 Dg6+ Re7 (20... Rg8? 21 Ce5!+-) 21 Cxd4 Db6 22 Cb5 Cd7 23 Dxg7+ Tf7 24 Dxh6 e as brancas estariam ganhas, +-2.06 F8.

     18 Cg5!!  (diag. 3)


                                                
      

     O golpe demolidor, obrigando a conclusiva abertura da coluna-h.

     18...hxg5

     Se 18...Bxg5 19 Dh7+ Rf7 20 Bxg5! hxg5 21 Tf3+ Re8 22 Dg6+ Rd7 23 Dxg7+ +-5.25 F8.

     19 hxg5 dxc3 20 Bf4!

     O Fritz indica 20 Th8+ Rf7 21 Dg6+ Re7 22 gxf6+ gxf6 23 Th7+ Rd6 24 Bf4+ Rc6 (24…e5? 25 Bxe5+! Rxe5 26 De4+ Rd6 27 Dd5#) 25 Be4+ Rb6 26 Bc7+ Dxc7 27 Txc7 Rxc7 28 Bxa8, ganhando, +-2.53).

     20...Rf7

     Se 20...Bd4 21 Dg6, ameaçando 22 Th8+.

     21 Dg6+ Re7 22 gxf6+ Txf6

     Ou 22...Rd7 23 fxg7 Tg8 24 Df7+ Rc8 25 Th8! +-11.00 F8.

     23 Dxg7+ Tf7 24 Bg5+! Rd6 25 Dxf7 Dxg5 26 Th7!  (diag. 4)

 

                                            

 

     Anand e Kramnik declararam que esta partida estava perdida desde o 12º lance!

     26...De5+?

     A última e inútil resistência seria 26...Dd8 27 Be4 Cd7 28 Df4+ e5 29 Dh6+ Cf6 30 Bxa8, +-5.81 F8.

     27 Rf1 Rc6 28 De8+! Rb6 29 Dd8+ Rc6 30 Be4+!, 1-0.

     Ponomariov jogou toda a partida com a ala da dama a menos.   






Adams, Kramnik, Georgy Parvanov (Presidente da Bulgária), Judit, Ponomariov,
Anand e Topalov.
 




 Estudos e problemas
 

781   A   (F. Sackmann, Schack 1932) 1 Tf5 Ba3 2 Tf1 Bb4 3 Tf3! c4 4 Tf5! Bc3
                5 Tf7!! Bb4 6 Tb7 Bd6 7 Td7 Bf8 8 Tc7 Bd6 9 Tc8+! Bf8 10 Txc4+-.


         B   (V. Tiavlovsky, Problem 1971) 1 De6+! Rxd4 2 Txc6 Rd3 3 Dd5#;
                1…Rxe6 2 Re4 c5 3 d5#.


 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO