.

 

: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
de
Hélder Câmara


   28/08/2005                 

Show de Needleman no Continental

 

               

CAMPEONATO  CONTINENTAL 
DE  LAS  AMERICAS

CIUDAD DE BUENOS AIRES - REPÚBLICA ARGENTINA
05 al 16 de Agosto de 2005


 

  

      O Torneio Continental das Américas, realizado em Buenos Aires, na Argentina, entre 6 e 17 deste mês, revelou um dos mais extraordinários prodígios sul-americanos de todos os tempos: o jovem argentino Gastón Needleman, de 15 anos de idade, que chegou na 2/8 colocação, a meio ponto apenas do campeão GM Lázaro Bruzón, totalizando 8 pontos em 11 possíveis e consignando sua primeira norma de grande-mestre. Essa competição serviu como classificatória para o próximo ciclo do Campeonato Mundial da Fide a se ferir em 2006.
 
     Com apenas 2242 pontos de rating, Gastón era considerado como “el punto”, que todos queriam vencer, mas que poucos o conseguiram. Para classificar-se, ele teve de enfrentar na penúltima e na última rodada os GMs norte-americanos Alexander Shabalov e Gata Kamsky, e mesmo jogando com pretas em ambas as partidas, conseguiu fazer 1.5 pontos.

 


                                 
                    
                             
  Alexander Shabalov                          Gastón Needleman

    A. Shabalov (2593) x (2242) G. Needleman (10ª rod. Continental, B. Aires, 15.08.2005 – Siciliana, B 47).

    1 e4 c5 2 Cf3 e6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 Cc6

    Variante Taimanov, um sólido esquema defensivo em favor das pretas.

    5 Cc3 Dc7 6 Be2 a6 7 0-0 Cf6 8 Rh1 b5 9 Cxc6 dxc6 10 f4

    Estrategicamente, o plano de jogo se define: brancas na ala do rei, pretas na ala da dama.

    10...Bb7 11 e5 Cd5

    Ou então, 11...Td8 12 De1 Cd5 13 Cxd5 cxd5 14 Bd3 g6 15 a4 Bc6 16 Bd2 Db7 17 be Be7 18 De2 0-0, com equilíbrio, ½-½ in 50. Jiangchuan x Judit, Biel 1993.

    12 Ce4 Be7 13 De1 c5! 14 Bf3 0-0 15 Bd2 Cb4  (diag. 1)



                                              

 

      Com bom critério, o jovem Gastón procura desviar a luta para a ala da dama. Aqui, o Deep Shredder-9 registra uma leve superioridade das pretas em -0.15.

    16 Df2! Tfd8

    Claro, se 16...Cxc2? 17 Tac1! ganha uma peça.

    17 Be3 Bxe4!? 18 Bxe4 Cd5

   Depois desses dois últimos lances, percebe-se claramente que a idéia de Gastón é bloquear a posição, estabelecendo assim a possível nulidade da partida. Esta era a penúltima rodada e com uma diferença de rating de 351 ointos ELO, o empate com as pretas seria um ótimo resultado.

    19 Bd2! g6 20 Tae1 Bf8 21 g4

    O DS-9 propõe 21 Dg3 ou 21 Dh4, mas Alexander, dono das casas brancas, sente-se à vontade para detonar a ala onde ele tem uma esmagadora maioria.

    21...Bg7 22 Bg2 Td7!  (diag. 2)

   

                                           
 

     Defendendo f7 e reservando-se a opção de duplicar suas torres na única coluna aberta do tabuleiro.

      23 Dg3

    era possível 13 f5!? exf5 24 gxf5 Bxe5 25 fxg6 hxg6 26 Bh3! Te7 27 Bg5 f6 28 Bg2!, com múltiplas ameaças.

    23...Te8! 24 Te2 c4! 25 a3?!

    Era preferível 25 c3, detendo a expansão na ala propícia ao adversário.

    25...c3! 26 bxc3

    Depois de 26 Bxc3? Cxc3 27 Dxc3 Dxc3 28 bxc3 Tc8 29 Te3 Bf8!, as pretas estariam melhores, -0.78 DS-9.

    26...Cb6! 27 f5?!

    Era melhor 27 Be3! Cc4 28 Bd4, para em seguida detonar a ala do rei com f5.

    27...exf5 28 gxf5 Bxe5! 29 Bf4 Tde7 30 f6?!

    Toda a combinação das brancas baseava-se nessa estocada estéril, que até 30...Te6 refutaria: 31 Bxe5 Txe5 32 Df4 Cd7! -0.50 DS-9.

    30...Bxf4 31 Txe7 Dxe7!!  (diag. 3)



                                           

 

     Esse, o golpe que escapou aos cálculos de Alexander, -0.89 DS-9.

     32 Dxf4 De3!?

    Impedindo 33 Dh6 e deixando interligadas todas as suas peças, mas era melhor simplesmente 32...Dxa3, com grande vantagem.

    33 Dc7 h5! 34 Db7 Cc4! 35 Bd5 Ce5 36 Dxa6 Dc5  (diag. 4)



                                          


    Seria definitivo 36...De2! 37 Rg1 Cg4 38 Dd6 (se 38 Bxf7+? Rh8!-+) 38...Ce3 39 Tb1 Dg4+ 40 Rh1 Te4!, ganhando.

    37 Db7 Td8 38 Bb3 Td7 39 De4

    Escravizando o cavalo em e5, em vista da ameaça Dxg6+.

    39...Rh7! 40 a4 Cg4! 41 Df4 Ce3 42 axb5 Dxb5, 0-1.

    Ante a terrível ameaça 42...Dc6+, as brancas abandonaram.  

 


 

G. Needleman (2242) x (2535) D. Lima (1ª rod. Continental, B. Aires, 06.08.2005 – Alekhine, B 04) 1 e4 Cf6 2 e5 Cd5 3 d4 d6 4 Cf3 dxe5 5 Cxe5 Cd7 6 Cxf7! Rxf7 7 Dh5+ Re6 8 Dg4+ Rf7 9 Dh5+ Re6 10 Dg4+ Rf7 11 Dh5+, ½-½.
 

 G. Kamsky (2700) x (2242) G. Needleman (11ª rod. Continental, B. Aires, 16.08.2005    – Siciliana, B 49). 1 e4 c5 2 Cf3 e6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 Cc6 5 Cc3 Dc7 6 Be2 a6 7 0-0 Cf6 8 Be3 Bb4!? 9 Ca4 Bd6 10 g3 b5 11 Cb6 Tb8 12 Cxc8 Txc8 13 Cxc6 Dxc6 14 Bf3 e5 15 Bg5 Bc5 16 Bxf6 Dxf6 17 c3 0-0 18 a3 De7 19 Dd3 g6 20 Tad1 Tc7 21 Bg4 h5 22 Bh3 h4 23 Rg2 Rg7 24 De2 hxg3 25 fxg3 Tb8 26 Tf3 a5 27 b4 axb4 28 axb4 Ba7 29 Td5 Dg5 30 Dd2 Dxd2+ 31 Txd2 Tbb7 32 Rf1 Rf8 33 Td5 Tc4 34 Txe5 d6 35 Te6 Te7 36 Txe7 Rxe7 37 Bg2 Tc6 38 Td3 Ta6 39 Re2 Ta2+ 40 Td2 Txd2+ 41 Rxd2 Bg1 42 h3 Bf2 43 Bf1 Bxg3 44 Bxb5 g5, ½-½.

 


 Estudos e problemas
 

793   A    (M. Aizenstadt, Shajmatni Listok, 1931) 1 e7! Th8 2 Ce6 Te8 3 Cc7                                 
                 Txe7 4 Cc4#.


         B     (E. Palkoska, Wiener Schachzeitung, 1902) 1 Tb1! Ra4 2 b4! Rb5 3                             
                 Dc6#; 1…Rb5 2 b4! Ra6 3 b5#; 1…
                 Rb3 2 Dc5! Ra4 3 b3#.

 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO