: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
de
Hélder Câmara
 


27/03/2004               

Magnus Carlsen (13) empata com o Nº 1 do mundo
Um impressionante show de maturidade e eficiência

 

 A grande sensação do momento, Magnus Carlsen (30.11.1990 Noruega), volta a assombrar o mundo enxadrístico ao empatar uma vibrante partida contra o Nº 1 do ranking mundial, Garry Kasparov. A façanha ocorreu no recente Reykjavik Rapid (17 a 21 de março), na Islândia, com um ritmo de 25m + 5s por lance para cada jogador.



Na partida seguinte, com brancas, Kasparov derrotou Carlsen, assim como a todos os demais adversários, vencendo a prova. Carlsen é MI e já possui uma norma de GM.




 

Reykjavik Rapid 2004


Garry Kasparov (pretas) x Magnus Carlsen

        M. Carlsen (2484) x (2830) G. Kasparov (1ª rod. Reykjavik Rapid 25’, (1.1) 18.03.2004 – Ortodoxa, Cambridge Springs, D 52)

        1 d4! (Este convite à luta posicional é, por sua polivalência estratégica, o terror dos capivaras e a maneira mais razoável de se enfrentar um super GM-A).

    
    1...d5 2 c4 c6 3 Cf3 Cf6 4 Cc3 e6 5 Bg5! Cbd7!? (Kasparov evita a violência que adviria da variante 5...dxc4 6 e4 b5!? 7 e5 h6, com resultados imprevisíveis, e envereda pela tranqüila defesa de Pillsbury, mais conhecida como Variante Cambridge-Springs).

         6 e3 Da5 7 Cd2 Bb4 8 Dc2 0-0 9 Be2 e5!? (O Boss preferiu 9...c5 10 Cb3 Dc7 11 0-0 dxc4 12 Bxc4 cxd4 13 Cb5 Db8 14 C5xd4 Bd6 15 f4 h6 16 Bh4 a6 com igualdade, ½-½ in 33. Ivanchuk x Kasparov, Classic Giants 1998).

          10 0-0! exd4 11 Cb3 Db6!? mais comum 11...Dc7 12 exd4 dxc4 13 Bxc4 Cg4 ou 13...Bd6 com igualdade)

          12 exd4 dxc4 13 Bxc4 a5 14 a4 Dc7 15 Tae1!? (O que se conhecia era 15 Cd2 h6 16 Bh4 Df4 com paridade, ½-½ in 52. Kishnev x Smagin, c. Alemanha 1999).

          15...h6 16 Bh4 Bd6 17 h3!? (Era melhor 17 Bg3, neutralizando a força da única peça ativa das pretas, mas o jovem “Mega Magnusquer explorar a dificuldade de desenvolvimento do bispo de c8; é claro que se agora 17...g5? 18 Dg6+, ganhando).

          17...Cb6 18 Bxf6! Cxc4 19 Ce4! Bh2+ 20 Rh1 Cd6 (O Gambit Tiger 2.0 sugere 20...Cb6 21 g3 Dd7 22 Rxh2 Dxh3+ 23 Rg1 gxf6 24 Cxf6+ Rg7 25 Dc5 com superioridade, +/-0.59).

          21 Rxh2! Cxe4+ 22 Be5 Cd6 23 Dc5! Td8 24 d5! inacreditável que um garoto de 13 anos faça o melhor jogador do mundo dançar miudinho para não ser massacrado!).

          24...Dd7 25 Cd4! Cf5 (Se 25...f6 26 Bf4 cxd5 27 Ce6 Ce4 28 Db6! Te8 29 Cc7 Df5 30 Bxh6 gxh6 31 Cxa8 com posição vitoriosa, +- 1.59; e se 25...cxd5? 26 Bxd6! Dxd6+ 27 Dxd6 Txd6 28 Te8+ Rh7 29 Tc1!, ganhando).

          26 dxc6 bxc6 27 Cxc6 Te8 28 Td1 (Meu soft indica 28 Bc3, consolidando sua vantagem material e mantendo latentes todas as ameaças táticas da posição).

          28...De6 29 Tfe1 Bb7 30 Cd4!? (O pequeno viking sabe que um leão mesmo ferido é perigoso: 30 Cxa5? Bxg2! 31 Rxg2 Ch4+ 32 Rh2 (32 Rg3? Dg6+!) 32...Cf3+ 33 Rg2 Tac8! 34 De3 Cxe1+ 35 Txe1 Dd5+ 36 Rh2 f6 37 Db3 Dxb3 38 Cxb3 fxe5 e as pretas venceriam, -+1.38).

          30...Cxd4 31 Dxd4 Dg6 32 Dg4 (O GT propõe 32 Bg3 ou 32 f3, evitando esse próximo e estéril final com bispos de cores opostas).

          32...Dxg4 33 hxg4 Bc6 34 b3 f6 35 Bc3 Txe1 36 Txe1 (Melhor seria 36 Bxe1! Rf7 37 Td6 Be4 38 f3 Bc2 39 Tb6 Bd1 40 Rg3 Bc2 41 Tb5 Re6 42 Rf4 Ta7 43 Bxa5 Bxb3 44 Txb3 Txa5 45 Ta3!, como no famoso final Alekhine x Capablanca).

          36...Bd5 37 Tb1 Rf7 38 Rg3 Tb8! 39 b4 axb4 40 Bxb4 Bc4 41 a5 Ba6 42 f3 Rg6 43 Rf4 h5!? 44 gxh5+ Rxh5 45 Th1+ Rg6 46 Bc5 (Mesmo escapando à incômoda cravada, as brancas não têm meios para impor sua mínima vantagem material).

          46...Tb2 47 Rg3!? Ta2 48 Bb6 Rf7 49 Tc1 g5 50 Tc7+ (A última chance seria 50 Bd8!, mas ainda assim com uma defesa correta as pretas empatariam).

          50...Rg6 51 Tc6 Bf1 52 Bf2, ½-½.

 
 

Estudos e problemas

 

  729    A    (A. Troitsky, Pravda, 1929) 1 a6! Rc6 2 d5+!! exd5 (2...Rc7 3 dxe6 Bf8 4
                   Cf5+-) 3 Cf5 Bc1 (3...Bg5/Bf8? 4 Cd4+ Rc
7 5 Ce6++-) 4 Rc2! Ba3 5                    
                   Cd4
+ Rc7 6 Cb5+ Rb8 7 Cxa3 Ra7 8 Cb5+ Rxa6 9 Cc7++-.

            B    (S. Loyd, Lasker’s Chess Magazine, 1906) 1 Ta5! Cc6 2 Dd2+ Rc4 3 Be6#;
                         1…Rc3 2 Ta4! g1=D 3 Dc2#; 1…Rxa5 2 Dc5+ Ra6 3 Bc8#.


 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO