: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 

   Festival de Mainz
 

Destaque especial para a primeira realização de um open de “xadrez aleatório” (Fischer Random)
 

 

A - Br. jogam e ganham



B - Mate em 3 lances

 

         Em Mainz, na Alemanha, realizou-se entre 14 e 18 deste mês o Chess Classic Mainz, constando de vários eventos, sendo que os principais foram o match Viswanathan Anand x Ruslan Ponomariov (4.5 a 3.5), o match Alexandra Kosteniuk x Elizabeth Paehtz (4 a 4, tie-break 2 a 1), o Chess960 Open (xadrez aleatório), com partidas de 20m + 5s de bônus por lance, vencido por Peter Svidler (9 em 11) e o Ordix Open, 25m, vitória de Victor Bologan, com a extraordinária pontuação de 9.5 em 11 rodadas No primeiro Open Internacional de Xadrez Aleatório (Fischer Random), quando a posição inicial das peças é sorteada, o vencedor Svidler (17.06.76 Rus 2750) sofreu um vexame logo na 2ª rodada. Para reproduzi-lo, é necessário que vocês coloquem o seguinte alinhamento de peças: Ba1, Bb1, Dc1, Td1, Re1, Cf1, Tg1 e Ch1 (peões na segunda fileira). As pretas, é lógico, obedecem a mesma formação.

S. Galdunts x P. Svidler (2ª rod. Chess960, Mainz, 16.08.02)
1 c4 b6 2 Chg3! Chg6! 3 d4 e6 4 e4 c5 5 d5! Be5?! 6 Ce2! d6 7 f4 Bf6 8 Cfg3! exd5 9 cxd5 Cd7 10 0-0 0-0
(roque normal) 11 Ch5! Tfe8 12 Rh1 c4?! 13 Cd4 Dc5? 14 Cf5 Ce7?? 15 Cfxg7!!, 1-0.

     Como se trata de uma modalidade à prova dos decorados conhecimentos teóricos de abertura, neutralizando assim a “muleta eletrônica” — apanágio da totalidade dos jovens GMs de agora — presume-se que prevaleça a perspectiva técnica do jogador, sua compreensão estratégica de cada renovada posição e, principalmente, sua capacidade de laborar com elementos de pura abstração. Esse, o verdadeiro sentido da proposta revitalizadora do genial Bobby Fischer.

     No Duelo das Graças (essa maldita mania que os homens têm de diminuir as mulheres enfocando-as sempre por sua beleza física), a russa Kosteniuk (18) e a alemã Paehtz (17) deram um show de combatividade, com dois empates e três vitórias (4 x 4) para cada uma. No tie-break, Kosteniuk se impôs por 2 a 1.

A. Kosteniuk (2455) x (2330) E. Paehtz (2ª p/m. Mainz, 17.08.02 - Siciliana, B 49)
1 e4 c5 2 Cf3 e6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 a6 5 Cc3 Dc7 6 Be2 Cc6 7 0-0 Cf6 8 Be3 Bb4 9 Ca4! Be7 10 f4 Cxe4 11 c4 0-0 12 Bd3 Cf6 13 g4! Cb4 14 g5! Ce8 15 Bxh7+! Rxh7 16 Dh5+ Rg8 17 Tf3! f5 18 Th3 Cf6 19 gxf6 Bxf6 20 Cf3! Cd3 21 Cg5 Bxg5 22 fxg5 Cf4 23 Dh7+ Rf7 24 Th6! Ce2+ 25 Rf2 Cf4 26 Tf6+! Re8 27 Dxg7 Ch3+ 28 Re1 Da5+ 29 Re2 Db4 30 Dg6+ Re7 31 Bc5+ Dxc5 32 Dg7+!, 1-0.

     O Ordix Open registrou 494 participantes, com um recorde de titulados: 47 GMs, 31 IMs, 36 FMs, 3 WGMs e 2 WIM. O GM moldavo Victor Bologan (14.12.71 - 2630) totalizou 9.5 pontos em 11 rodadas, partidas de 25m. Observa-se que a maioria dos titulados jogaram o Ordix (494) e o Chess960 (131) ao mesmo tempo.

     A tabela final anotava: 2/5. P. Svidler, R. Vaganian, E. Agrest e I. Glek 9; 6/13. K. Georgiev, K. Sasikiran, L. Portisch, V. Chuchelov, A. Shekachev, A. David, A. Neumann, L. Vogt 8.5 etc.

V. Bologan (2630) x (2590) V. Chuchelov (6ª rod. Ordix, Mainz, 18.08.02 - Siciliana, B 43)
1 e4 c5 2 Cf3 e6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 a6 5 Cc3 b5 6 Bd3 Db6 7 Cf3 Dc7 8 0-0 Bb7 9 Te1 Bc5 10 Bg5 f6 11 Bh4 Ce7 12 Bg3 Dd8 13 a3 Cbc6 14 b4 Ba7 15 Tb1 Tc8 16 Ce2 0-0 17 c4 bxc4 18 Bxc4 f5 19 Bd3 fxe4 20 Bxe4 Cf5 21 Dd3 Rh8 22 Tbd1 Db6 23 Bxf5 exf5 24 Cf4 Cb8 25 Ce5 d6 26 Cc4 Dc6 27 Ca5! Db6 28 Cxb7 Dxb7 29 Ce6! Tf6 30 Dxd6 Cc6 31 Cd8!!, 1-0.

     Na atração principal, Anand venceu por diferença mínima (5 empates, 2 vitória, 1 derrota) o atual campeão da Fide, Ponomariov, que logo na primeira partida desperdiçou o seguinte arremate:

     Aqui, Ponomariov seguiu com 34 Tb1? Ta5 35 Txa5 Bxa5 36 Ta1 Td8! 37 g3 Td5 38 Bxh6 Rc7 39 Tc1 Bd2, ½-½. Se ele fosse capivara, talvez jogasse 34 Ta8+! Bb8 35 Tb1 Rc7 36 Rf1!, ganhando.

   

 

 


 


Soluções
652 A (D. Godes, Vecherny Novosibirsk, 1963 - 2º pr.) 1 e4+! Rxc5 2 Bc3 Rb6 3 Be1!! (3 Bd2? Tc5 4 Be3 Ra5!=) 3…Tc5 (3…c5 4 Bf2 Rc6 5 Ra3! - 5 Bh4? c4+ 6 Rb4 Tc5 7 Bf2 a5+ 8 Rc3 Rd6 9 Bxc5+ Rxc5 10 e3 Rd6! 11 Rxc6 Rc6= -- 5...Rb6 6 Bh4! Rc7 7 Bg5!!+-) 4 Bf2 Ra5 5 Be3! Rb6 6 Rb4 a5+ 7 Rb3+-.
 B (M. Havel, Svetozor 5/11, 1915)
1 Cf5! (zug) 1…Rxf5 2 Te8! Rg5 3 Te5#; 1…Rxh5 2 Bb2!! axb2 3 g4#.

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: XADREZ JUVENIL :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO