: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 

   Zonal Feminino 2.4
 

 

 

A - Br. jogam e ganham



B - Mate em 3 lances

    Com apurada técnica e admirável espírito de luta, a MI Joara Chaves sagrou-se bi-campeã sul-americana ao vencer o Zonal Feminino 2.4, realizado entre 28 de agosto e 2 de setembro, no Clube de Xadrez São Paulo, credenciando-se assim como a nossa única representante no Campeonato Mundial Feminino a se ferir, novembro próximo, em Moscou.

     Mais um título acrescentado ao seu já incomparável currículo enxadrístico, em que se anotam vários campeonatos brasileiros e paulistas, 15 medalhas de ouro nos Jogos Abertos do Interior (SP) e o recorde (9) de participação em Olimpíadas Mundiais.

     Há dois anos, em comentários sobre a edição anterior dessa prova também vencida por ela, enfatizávamos que ‘‘seus consagradores resultados esportivos traçam com eloquência o perfil da mais brilhante jogadora brasileira de todos os tempos. E, fato singular, ela vem mantendo esse status há mais de dez anos — performance altamente improvável num esporte que requer constante atualização e permanente reciclagem teórica e técnica’’.

     Outro fato notável e incomum é que Joara também possui dois títulos de Árbitro Internacional (AI), sendo um concedido pela Fide e outro, pela IBCA (International Blind Chess Association), ambos habilitando-a a arbitrar os mais prestigiosos torneios internacionais.

Joara Chaves x Regina Ribeiro (4ª rod. Zonal 2.4, SP, 31.08.01 — Alekhine, B 03)

 1 e4 Cf6 2 e5 Cd5 3 d4 e6?! 4 Cf3 d6 5 c3 Be7 6 Bd3 Cc6 7 0-0 a6 8 Te1 h6 9 De2 Bd7 10 De4! 
Explorando a vantagem de desenvolvimento e espaço, Joara impede o roque adversário.

10...dxe5 11 dxe5! Rf8 12 Cbd2 Be8 13 Cf1 Bc5 14 Bc2 b5 15 Be3 Bxe3 16 Cxe3 Cce7 17 Tad1!
Contra uma defesa defeituosa, os lances lógicos são ganhadores: as brancas têm uma atuante torre de vantagem.

17...Bc6 18 Dg4 De8 19 Ch4!? g5 20 Cf3 Cxe3 21 Txe3 Cd5 22 Ted3 Cf4 23 T3d2 h5!
Ante seu desastre posicional, Regina apela para esse fino golpe tático, pois se 24 Dxg5? Ch3+!!, ganhando.

24 Dg3 g4 25 Dxf4 gxf3 26 g3 
Em extremo zeitnot, a campeã omite o demolidor 26 Df6! Tg8 27 Td8+-.

26...De7 27 Be4! Bxe4 28 Dxe4 Te8 29 Dxf3
As pretas estão perdidas, sem defesas válidas contra o assalto a seguir.

 29...Rg7 30 Td7 Df8 31 Df6+ Rg8 32 Td8 Rh7 33 Txe8
Seria igualmente ganhador 33 T1d7!

 33...Dxe8 34 Dg5 h4 35 Td4, 1-0.


Resposta - 605
A
(A. Kuznetsov, Endspielstudien, 1955) 1 h5! f5 2 h6! Rf6 3 exf5 Ca6 4 Rb5!! Cc7+ 5 Rc5! Cxe8 6 Rc6!!+-.
B (O. Korneev, Mem. V. Bron, 1986 — MH) 1 Be3! fxe3 2 Be2/3 Bf3++; 1...f3 2 Bxg5 f2 3 Be4++; 1...Cf3 2 Be4 fxe3 3 Bxf3++.

 

 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: XADREZ JUVENIL :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO