: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
de
Hélder Câmara


   21/02/2004                 

Aeroflot Open, inigualável festa do xadrez mundial  

Presença maciça de GMs de todos os quadrantes
 

      A Secretaria de Turismo de Moscou, Rússia, e a Companhia Aérea Aeroflot estão promovendo no Hotel Rossija, de 17 a 26 deste mês, o open mais forte da atualidade, com o concurso de 650 jogadores de alto nível, entre eles 120 GMs.

       O 3º Festival Aeroflot compreende três grupos (A, B e C) e distribui US$ 150 mil em prêmios, sendo para o Grupo A: 1) 25.000; 2) 15.000; 3) 10.000; 4/5) 5.000; 6/8) 3.000; 9/13) 2.000; 14/20) 1.000; 21/25) 800; 26/30) 600 e 31/36) 500.

       A. Ramirez (2499) x (2611) D. Sadvakasov (1ª rod. Aeroflot Open, Moscou, 17.02.2004 - Nimzoíndia, E 52) 1 d4 Cf6 2 c4 e6 3 Cc3 Bb4 4 e3 0-0 5 Cf3 d5 6 Bd3 b6!? (O sistema de fianchetto contra a Variante Rubinstein (4 e3) é perfeitamente lógico e se enquadra nos padrões da Nimzoíndia; em b7, o bispo preto controla as casas d5 e e4, impedindo a expansão central das brancas e habilitando a instalação do cavalo em e4). 7 0-0 Bb7 8 cxd5 exd5 9 Ce5 Bd6! (A idéia é movimentar a maioria de peões na ala da dama, mas conservando o par de bispos).


       10 f4 c5 11 Tf3!? (Um lance raro, ambicioso e coerente, visando uma escalada na ala do rei. É mais comum 11 Df3, por exemplo: 11...Cc6 12 Dh3! Ce7? 13 Cd7!!, 1-0 in 32. Simagin x Razuvaev, Moscou Jubilee 1967).

       11...Cc6 (Esse lance é veementemente condenado por Ftacnik, que lhe aplica uma sonora interrogação. No entanto, se 11...Cbd7 12 Bd2 Ce4 13 Be1! Cdf6 14 Bh4 Be7 15 Th3 g6 16 Da4! a6 17 Tf1 Tc8 18 f5! com superioridade, 1-0 in 28. Niklasch x Portisch, Biel open 1998. O indicado, segundo Petrosian, seria o imediato 11…g6).

       12 Cxd5! Bxe5! (Se 12...Cxd5? 13 Bxh7+! Rxh7 14 Th3+ Rg8 15 Dh5+-; ou então, 13...Rh8 14 Th3 Cf6 —- 14...Bxe5?? 15 Bg6+! Rg8 16 Th8+! etc —- 15 Bg6+! Rg8 16 Bxf7+! Txf7 17 Th8+!!+-; e se 12…Cxe5 13 Cxf6+ Dxf6 14 dxe5 Bxf3 15 Dxf3+/-).

       13 fxe5 Dxd5 14 exf6 g6 15 b3? (Já ocorreu 15 De1? Ce5! 16 dxe5 Dxd3 17 e4 Dxe4 18 Dg3 Tad8 19 Bf4 Dd4+? 20 Tf2 Rh8 21 Dg5 De4 22 Bd2! Bc8? 23 Tf4! De2 24 Dh6!, 1-0. Brinck Claussen x Pokajowzyk, Politiken Cup 1981. Ftacnik recomendava então 15 De2!? cxd4 16 e4! com jogo preferível. O Shredder 8 aponta 15 Tf2, 15 Tf4 ou 15 Dd2, com ligeira vantagem das brancas. O plano de fianchettar o bispo via b2 numa “diagonal cega” não funciona e ainda enseja o golpe tático a seguir).

       15...Cxd4! 16 Tf2 (Se 16 exd4 Dxd4+ 17 Tf2 Dxa1 18 Dd2 Rh8 19 Tf4 Tae8 20 Th4 Dxf6! 21 Bb2 Te1+, ganhando).

       16…Ce6 17 Df1 Tfd8! (Essa torre era um verdadeiro “prego de caixão”, ao impedir uma eventual fuga do rei preto via f8).

       18 Bc4 De4 19 Bb2 Cg5! (Mesmo que o peão de e3 não estivesse envenenado, é ele que constrange toda a movimentação das peças brancas; a ameaça agora é 20...Ch3+).

       20 Rh1 Ch3! 21 Tf3 (Um lance que apressa o desenlace, posto que era forçado manter uma vigia na segunda fileira: 21 Te2 a6! 22 a4 Bc6 23 Tc1 b5 24 axb5 axb5 25 Bxf7+ Rxf7 26 Txc5 com remotíssimas chances de salvação).

       21...Td2! 22 Bc3 Txg2!! 23 Dxg2 (Se 23 Rxg2 Dg4+! 24 Rh1 Dxf3+ 25 Dxf3 Bxf3#).

       23...Dxf3 24 Bf1 Df2!!, 0-1. Um lance de problema leva ao mate inevitável.

       S. Sulskis (2582) x (2617) L. Van Wely (3ª rod. Aeroflot Open, Moscou, 19.02.2004 —- Siciliana, B 33) 1 e4 c5 2 Cf3 Cc6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 Cf6 5 Cc3 e5 6 Cdb5 d6 7 Bg5 a6 8 Bxf6 gxf6 9 Ca3 b5 10 Cd5 f5 11 Cxb5?! axb5 12 Bxb5 Bb7 13 exf5 Bg7 14 0-0 0-0 15 Bc4 Dg5 16 a4 Rh8 17 Ta3 Dxf5 18 Ce3 Dg6 19 Bd5 Tab8 20 a5 f5! 21 a6 Ba8 22 a7 Tb5 23 c4 Tb6 24 b4 Txb4 25 Ta6 Cd4 26 c5 f4! 27 Txd6 Dg5 28 Cc2 f3! 29 Ce1 e4 30 Bxa8 Txa8 31 Tb6 Txb6 32 cxb6 fxg2 (33 b7 gxf1=D+ 34 Rxf1 Db5+!), 0-1.

Estudos e problemas

 

724 A (V. Bron, Shajmaty Listok, 1927 - 3º pr.) 1 Tc8! Da3 3 Cd4+ Rb6 4 Tb5+ Rd6 5 Td5+!! Re7 6 Ta5!+-. B (V. Cepiznij, L'Italia Scacchistica, 1999) 1 Ba2!! Rh6 2 Dg2! Rh5 3 Dg5#; 1...h6 2 Dxc4! Rg6 3 Df7#.


 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO