: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 

   Aeroflot Open 2002
 

Bons prêmios, bons jogadores e o automático enriquecimento de nossos arquivos teóricos e técnicos
 

 

A - Br. jogam e ganham


B - Mate em 3 lances

 

     A companhia russa de aviação Aeroflot e a Fide (Fédération Internationale Des Échecs), promoveram entre os dias 4 e 11 deste mês o atrativo e gigantesco Festival Internacional “Aeroflot Open 2002”, contando com a participação dos mais conhecidos GMs de todos os quadrantes.

       A festa constava de três torneios paralelos, todos em 9 rodadas. No torneio A, principal (jogadores com ELO acima de 2400 pontos), a tabela final registrava cinco jogadores com 6.5 pontos na primeira colocação, sendo que o critério de desempate adotado nesses casos apurava a média de rating dos adversários de cada um. Assim, o norte-americano (nado in Berdichev, Ucrânia, 11.10.59) Grigory Kaidanov, que tem 2596 pontos-ELO, enfrentou jogadores que perfaziam um rate-médio de 2559. Seguiam-no 2. A. Grischuk (2671 RUS 2556) 3. A. Aleksandrov (2645 BIE 2549) 4. A. Shabalov (2606 EUA 2529) 5. V. Milov (2595 SUI 2511).

        

     Nas colocações secundárias, de 6 a 20, com 6 pontos, anotamos 6. E. Vorobiov (2534-ELO RUS Rate-Médio de seus adversários: 2604) 7. A. Moiseenko (2559 UCR 2571) 8. S. Volkov (2567 RUS 2558) 9. R. Vaganian (2662 ARM 2554) 10. P. Tregubov (2626 RUS 2554) 11. I. Yagupov (2466 RUS 2553) 12. S. Rublevsky (2655 RUS 2539) 13. V. Akopian (2680 ARM 2539) 14. X. Bu (2593 CHN 2535) 15. A. Fedorov (2589 BIE 2533) 16. A. Dreev (2688 RUS 2532) 17. A. Kharlov (2638 RUS 2521) 18. A. Poluljahov (2527 RUS 2519)
19. G. Vescovi (2590 BRA 2513) e 20. L. Psakhis (2572 ISR 2477).

       O caráter lotérico dessa prova que adotava o novo, suspeito e discutível ritmo imposto pela Fide (90m a finish, com 30s de bônus para cada lance executado) se revelou nas lamentáveis colocações de (26) Onischuk 2655, (30) Bologan 2651, (46) Zvjaginsev 2656, (47) Smirin 2702 e (70) Van Wely 2697, entre 132 participantes.

       Destaque para a WGM Ekaterina Kovalovskaya, com 5 pontos (41), superando destacados GMs, além de suas fortíssimas rivais, WGMs Alexandra Kosteniuk e Alisa Galliamova. Outra presença marcante, o MI ucraniano Sergey Kariakin, com 12 anos de idade (12.01.1990 - 2460), que também totalizou 5 pontos (43). Os prêmios desse torneio principal (A) iam decrescendo na seguinte ordenação: 1. 25 mil dólares, 2. 12.000, 3. 7.500, 4. 6.000, 5. 5.000, 6. 3.500, 7. 2.500, 8. 2.000, 9. 1.500, 10. 1.000, 11-15. 600, 16-25. 500 e 26-35. 400. Prêmios especiais para seniores (acima de 60 anos) 1. 750, 2. 500 e 3. 250 e para mulheres: 1. 1.200, 2. 800 e 3. 500.

       No torneio B, 138 inscritos, ganho por Viktor Kupreichik (03.07.49 Bie 2376), com 7.5 pontos, para jogadores com ELO abaixo de 2451 pontos, mas acima de 2150, os prêmios foram: 1. 10 mil dólares, 2. 6.000, 3. 4.250, 4. 3.250, 5. 2.500, 6. 2.00 etc, até o 35-º lugar, sendo que essa prova também contemplava as melhores performances de seniores, mulheres, juniores U-18 e moças U-18, com 500 dólares.

       A alegria, porém, parecia estar no torneio C, 103 participantes, para jogadores com ELO abaixo de 2201 ou sem ELO nenhum, em que foram distribuídos prêmios que aqui entre nós não se vê nem em nossos principais eventos: 1. 5 mil dólares, 2. 2.250, 3. 2.000, 4. 1.750, 5. 1.500, 6. 1.250, 7. 900, 8. 700, 9. 550, 10. 400, 11-15. 300, 16-20. 250, 21-30. 200. Nesse torneio, vencido pelo desconhecido e sem-rating Sergey Gilev com 7.5 pontos, também não se esqueceram dos seniores, mulheres, juniores e moças, com um prêmio de 250 dólares para os melhores classificados de cada uma dessas categorias.

       O total de prêmios dos três torneios ultrapassava 150 mil dólares. E é desse abrangente festival que selecionamos alguns de seus vibrantes duelos, parecendo movidos a sofreguidão.

       O exagerado número de partidas "rifadas" no zeitnot deixa-nos antever que ainda vai demorar muito tempo para a moçada se acostumar com esse novo e acelerado ritmo de jogo. Como é o incrível caso do encontro na última rodada entre o GM bielorusso Baadur Jobava e o MI russo Pavel Yagupov. Mercê de seu rate-médio de 2614, a vitória de Baadur o elevaria à sexta colocação, além da recompensa penunciária e o prazer de ver seu arremate (que seria brilhante) reproduzido em todas as revistas do gênero. Mas...

Jobava (2556) x (2466) Yagupov (9ª rod. Aeroflot Open, Moscou, 10.02,2002 - Gb. Dama, D 31)

1 d4 d5 2 c4 e6 3 Cf3 c6 4 Cc3 dxc4 5 g3 Cf6 6 Bg2 Cbd7 7 0-0 b5 8 e4 Bb7 9 a4 a6 10 Cg5 e5 11 Be3 h6 12 Cf3 Cg4 13 Bh3 Cxe3 14 fxe3 Bd6 15 axb5 cxb5 16 dxe5 Cxe5 17 Cxe5 Bxe5 18 Dh5 Bf6 19 Tad1 Db6 20 Td7! 0-0 21 Txb7! Dxb7 22 Txf6!! De7
Se 22…gxf6 23 Dxh6 Tfd8 24 Bf5 e o Chess Tiger 14.0 registra uma clara superioridade das brancas.

23 Cd5! Dxe4 24 Bg2 Dd3 25 Ce7+ Rh7 26 De5?!
Aqui, com 26 Cf5!! as pretas estariam perdidas, sendo que até mesmo 26 Txh6+ gxh6 27 Cf5 garantiria a bonita vitória de Baadur.

26...gxf6 27 Be4+ Rg7 28 Cf5+ Rg6 29 Cxh6+ Rg7 30 Cf5+ Rg6 31 Cd4+?! Rg7 32 Df4 Dd1+! 33 Rg2 Dh5 34 h4 Tae8
Por fim, uma torre em jogo!

35 Bf5 Te5 36 g4 Dxh4 37 Cf3 (tempo), 0-1.

Tkachiev (2634) x (2555) Sadvakasov (2ª rod. Aeroflot Open, 05.02.2002 - GD Aceito, D 27)
1 d4 d5 2 c4 dxc4 3 e3 Cf6 4 Bxc4 e6 5 Cf3 c5 6 0-0 a6 7 Bb3 b5 8 a4 b4 9 Cbd2 Bb7 10 e4 cxd4 11 e5 Cfd7 12 Cc4 Be7 13 Cxd4 Cc5 14 Dg4! g6 15 Bh6 Cxb3 16 Cxb3 Cd7 17 Tad1 Tc8 18 Tfe1 Bc6 19 Cd6+ Bxd6 20 exd6 e5 21 Cc5 Da5 22 Dxd7+!! Bxd7 23 Txe5+ Be6 24 d7+, 1-0.

Grischuk (2671) x (2563) Dvoirys (3ª rod. Aeroflot Open, 06.02.2002 - Siciliana, B 80)
 1 e4 c5 2 Cf3 d6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 Cf6 5 Cc3 a6 6 f3 e6 7 Be3 b5 8 g4 Cfd7 9 Dd2 Cb6 10 0-0-0 C8d7 11 Cdxb5! axb5 12 Cxb5 Txa2 13 Rb1! Ta8 14 Cxd6+ Bxd6 15 Dxd6 Ca4 16 Bb5! De7 17 Dd4 e5 18 Dd5! Cc3+!? 19 bxc3 Tb8 20 Td3 0-0 21 c4! Cb6 22 Dc5!! Df6 23 g5!, 1-0. Depois de 23...De6 24 Dxf8+-.

Turov (2563) x (2662) Vaganian (3ª rod. Aeroflot Open, 06.02.2002 - Gb. Dama, D 31)
1 d4 d5 2 c4 e6 3 Cc3 Be7 4 cxd5 exd5 5 Bf4 c6 6 e3 Bf5 7 g4 Be6 8 h4 Cd7 9 h5 Ch6 10 Be2 Cb6 11 Ch3 g5 12 hxg6 hxg6 13 f3 Bh4+ 14 Cf2 g5! 15 Bh2 De7! 16 e4 dxe4 17 fxe4 (diagrama) 17...Cc4! 18 Bxc4 Cxg4!! 19 Bg3 Cxf2 20 Bxf2 Bxf2+ 21 Rxf2 Txh1 22 Dxh1 Df6+ 23 Re1 Bxc4 24 e5 Dg7 25 Ce4 0-0-0 26 Cd6+ Txd6 27 exd6 Dxd4 28 Dh3+ Be6 29 Dh6 De5+!, 0-1.

Yemelin (2520) x (2595) Kaidanov (8ª rod. Aeroflot Open, 09.02.2002 - Espanhola, C 78)
1 e4 e5 2 Cf3 Cc6 3 Bb5 a6 4 Ba4 Cf6 5 0-0 b5 6 Bb3 Bb7 7 Te1 Bc5 8 c3 d6 9 d4 Bb6 10 Be3 0-0 11 Cbd2 h6 12 d5 Ce7 13 Bxb6 cxb6 14 Cf1 Bc8 15 Bc2 Ce8 16 Ce3 Ta7! 17 Dd3 g6 18 Cd2 f5! 19 exf5 gxf5 20 g3 Cg6 21 Cg2 Tg7 22 Rh1 Cf6 23 f4 exf4 24 Cxf4 Cxf4 25 gxf4 Cg4 26 Te2 Dh4 27 Dd4 Rh7! 28 Tg1 Tfg8 29 Tf1 Te8! 30 Tg2 Tge7! 31 Tfg1 Te2 32 Cf1 Txg2! 33 Txg2 Te1 34 Rg1 Dh3! 35 Dd2 Ce3, 0-1.

Aleksandrov (2645) x (2545) Izoria (9ª rod. Aeroflot Open, 10.02.2002 - Nimzoindia, E 47)
1 d4 Cf6 2 c4 e6 5 Cc3 Bb4 4 e3 0-0 5 Bd3 c5 6 a3 Bxc3+ 7 bxc3 Cc6 8 Ce2 b6 9 e4 Ce8 10 0-0 Ba6 11 f4 f5 12 dxc5 bxc5 13 Be3 d6 14 Cg3 g6 15 Te1 Dc7 16 Bf2 Cf6 17 h3 Tfe8 18 Ta2 Ca5 19 Tae2 Dc6 20 exf5 exf5 21 Bxf5! gxf5 22 Cxf5 Dd7 23 Dd3 Rf8 24 Te7! Txe7 25 Txe7 Bxc4 26 Dg3! Dxe7 27 Cxe7 Rxe7 28 Dg7+ Re6 29 Bh4! Ce4 30 Dg4+!, as pretas abandonaram, 1-0.

       Detalhe curioso: não obstante as representações suiça (Milov) e norte-americana (Kaidanov e Shabalov), todos os cinco vencedores do torneio A nasceram na ex-URSS, fantástica e insuperável hidra do xadrez magistral.
 


Soluções
625 A (H. Rinck, Deutsche Schachzeitung, 1903) 1 Ta8! Da2 2 Txa4 Dg8 3 Ta8 Dh7 4 Bg6! Dxg6 5 Ta6++-.
 
B (G. Zahodjakin, Neue Leipziger Zeitung, 1935 - 2º pr.) 1 Rg7! Cf7 2 e8=C!! Ch6 3 Cf6#; 1...Cg6 2 e8=T!! Cxf4 3 Te5#.

 

 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: XADREZ JUVENIL :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO