: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 

   Memorial Najdorf - 2
 

 

 

A - Br. jogam e ganham


B - Mate em 3 lances

    Os argentinos, que em 1927 patrocinaram o mais famoso match pelo cetro máximo (Alekhine x Capablanca) e que já realizaram duas olimpíadas mundiais (1939 e 1978), além de inúmeros e monumentais eventos enxadrísticos, têm agora a primazia da consagração do mais promissor jogador da atualidade e futuro campeão mundial, o jovem GM arzeibaijano Teimur Radiabov, de 14 anos de idade.

     Segundo os críticos, Radiabov não chama a atenção pelos seus dotes táticos, como sói acontecer com talentos precoces, mas por seu comportamento tranquilo, posicional, aliado a uma profunda compreensão estratégica das posições — qualidades absolutamente impróprias para a sua idade.

     O Memorial Najdorf deste ano (setembro, 4-13) esteve bem ao gosto do homenageado, o saudoso ‘‘viejo’’ Dom Miguel Najdorf, reunindo velhos e crianças, homens e mulheres, mestres e outros mais. A tabela final registrava: 1. Karpov 6.5 (em 9 pontos possíveis) 2/3. Korchnói e Radiabov 6.0; 4. Short 5.0; 5/6 Xie e Judit 4.5; 7. Felgaer 4.0; 8/9. Mecking e Ricardi 3.5; 10. Milos 1.5.

     Radiabov x Mecking (6ªrod. Mem. Najdorf, Buenos Aires, 09.09.01 — Eslava, D 10) 
1 d4 d5 2 c4 c6 3 Cc3 Cf6 4 e3 Bg4 5 Db3 Db6 6 Dxb6 axb6 7 f3! Bf5? 8 g4! Be6 9 g5! Cfd7 10 cxd5 Bxd5 11 Bd3 Ca6 12 Cxd5 cxd5 13 Bd2 e6 14 Ce2 Cb4 15 Bxb4 Bxb4+ 16 Rf2 h6? 17 g6 f5 18 Cf4! Cf8 19 e4! dxe4 20 fxe4 fxe4 21 Bxe4 Td8 22 Re3 Be7 23 h4 Bf6 24 Tad1 Re7 25 Bxb7 Cd7 26 Bc6 Cb8 27 Be4 Ca6 28 Ch5 Thf8 29 Cxf6 Txf6 30 Thf1 Txf1 31 Txf1 Td7 32 Tf7+ Rd6 33 Txd7+ Rxd7 34 a3 Rd6 35 b4 b5 36 Bc2 Cc7 37 Bb3 Ce8 38 a4 bxa4 39 Bxa4 Cc7 40 Bb3 e5 41 Bc4 exd4+ 42 Rxd4 
     Daqui em diante, desenrola-se uma luta instrutiva; as brancas não devem avançar o peão-b (b5), impedindo o trajeto de seu rei (Rc4-b5-b6-b7) na tentativa de chegar a ala do rei através da última fileira.

      42...Ca8 43 Bb3 Cb6 44 Bf7 Cd7 45 Bd5 Cb6 46 Be4 Cd7 47 Rc4! Cf6 48 Bf3 Cd7 49 Rb5! Ce5 50 Be4 Cd7 51 Bb1 Cf6 52 Ba2 Cd7 53 Bf7 Ce5 54 Rb6! Cf3! 55 h5 
     Agora, com o peão branco em h5, se as pretas conseguissem sacrificar seu cavalo pelo peão-b, obteriam o empate com seu rei em e7 e f8.

     55...Cd4 56 Rb7 Rd7 57 Bd5 Rd6 58 Be4
     As brancas não podem permitir a manobra 58...Cc2 59 b5 Ca3 60 b6 Cc4 61 Ra7 Cxb6!, empatando.

      58...Rd7 59 Bd3 Rd8 60 Rb6 Rd7 61 Bb5+! Rd6 62 Ba4!! 
      Sem o rei preto em d7, as brancas pretendem passar com seu rei via c8-d8-e8.

     62...Ce6 63 Rb7! Cd4 64 Rc8! Re7 65 Rc7! 
     Radiabov conjuga a ameaça de penetrar na oitava fileira com o avanço do peão-b; Mecking só pode impedir uma das duas.

      65...Ce6+ 66 Rc6 Cd4+ 67 Rd5 Ce6 68 Re5 Cc7 69 Bc6! Ce6 70 b5!! Cd8 71 Bd5 Rd7 72 b6! Re7 73 Be4! Rd7 74 Bg2!! 
     As pretas vão perder outra vez o controle da casa d7 e, com isso, a partida.

     74...Re7 75 Bh3! Cb7 76 Rd5 Cd8 77 Bc8!, 1-0. 
    
Zug! Uma aula magistral, um duelo espetacular.



Resposta – 604
A
(P. Rakolta & E. Yanoshi, Bioletin Problemistik, 1978 1º prêmio) 1 b4+! Rb6 2 bxc5+ Rb7 3 c6+! Ra8 4 Tg4! Td8! 5 Tg8! Dd4 6 Dg4!! Dd2 7 Dc8+ Txc8 8 Txc8++.
B (A. Galitzky, Deutsches Wochenschach, 1910) 1 e3! (zug) 1...b4 2 Dxc5 b3+ 3 axb3++; 1...c4 2 Da7+ Rb4 3 a3++!; 1...Rb4 2 a3+ Rc4 3 Df7++!


 

 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: XADREZ JUVENIL :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO