: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
de
Hélder Câmara


   12/06/2005                 

Adams e Leko empatam match de rápidas
na Hungria


 


 

                  
 

     Na cidade de Miskolc, na Hungria, realizou-se um match de partidas rápidas (25 min) defrontando o 3º e o 6º colocados na última lista do ranking mundial: GM-A Peter Leko (08.09.79 Hungria 2763) e GM-A Michael Adams (17.11.71 UK 2737), constando de 8 partidas celebradas em 4 dias, de 2 a 5 deste mês.

    Adams venceu as três primeiras, Leko, as três seguintes, e houve empate nas duas últimas. Embora a parte técnica seja prejudicada nessas partidas rápidas, louve-se pelo menos a raridade dos empates, incompatíveis com esse tipo de disputa.

                                 
 

     M. Adams (2737) x (2763) P. Leko (3/m Miskolc, 03.06.2005 – Espanhola, C 78).

     1 e4 e5 2 Cf3 Cc6 3 Bb5 a6 4 Ba4 Cf6 5 0-0 b5 6 Bb3 Bc5

     Em 1903, o teórico J. Möeller propôs a adoção dessa variante, que se constitui numa das mais agressivas linhas em favor das pretas.

     7 a4! Tb8

     Antes, adotava-se mais 7...Bb7 8 d3 d6, com um jogo posicional, com tendência ao empate.

     8 axb5 axb5 9 c3   (diag. 1)



                                         
 

     Ou então, 9 Cxe5 Cxe5 10 d4 Bxd4 11 Dxd4 d6 12 f4 Cc6 13 Dc3 Ce7 14 Ta7! c5 15 e5 Cfd5 16 Bxd5 Cxd5 17 Dg3! 0-0 18 Cc3! Ce7 19 exd6 Cf5 20 Df2 Db6 21 Tc7! Cd4 22 f5 b4 23 f6! g6 24 Cd5! Dxd6 25 Ce7+ Rh8 26 Bh6!, 1-0. Judit x Shirov, Fontys 1997.

     9…d6 10 d4 Bb6 11 Ca3 0-0 12 Cxb5 Bg4

     Posição básica dessa variante sem nenhum veredicto definitivo sobre ela. As pretas sacrificam um peão por uma duvidosa iniciativa.

     13 Bc2 exd4 14 Cbxd4 N  (diag. 2)

 



    
 
     O que se conhecia era 14 cxd4 Te8 15 Ta4!? Dd7 16 Dd3 Txe4 17 Bg5! Bf5 18 Bxf6 gxf6 19 Cc3 Tf4 20 Dd2 Bxc2 21 Dxf4 Bxa4 22 Cd5!! Dd8 23 Cxf6+ Rg7 24 Ch5+! Rh8 25 Cg5 Bb3 26 Df5 Bc2 27 Cxf7+ Rg8 28 Dxc2 Rxf7 29 Dxh7+, 1-0. Kunte x Ganguly, Goodricke 2001; ou então, 16 Te1 h6 17 Cc3 Bxf3 18 gxf3 Dh3 19 Bd3 Cxd4! 20 Be2 Ce6 21 Bf1 Dh5 22 Dd2 Cf4! 23 Cd1 C6h5 24 Dc3 Te6! 25 Dc2 Tg6+ 26 Rh1 Ch3, 0-1. Ciuksyte x Stefanova, Europeu Feminino 2002. A lógica do lance do texto repõe o cavalo de b5 em jogo, reforçando a defesa das brancas.

     14...Cxd4 15 cxd4 Bxf3 16 gxf3

     As pretas enfraqueceram seu próprio roque, pois será através da coluna-g que as brancas desencadearão sua ofensiva.

     16...Ch5 17 Rh1 Df6 18 Be3 Cf4 19 Ta4!

     Adams está mais preocupado com o seu peão de d4 (Ce6) do que com o ataque sonrisal de Leko. O Fritz 8 acusa uma vantagem para as brancas de +0.72, não pelo peão a mais, mas pelo par de bispos numa posição aberta.

     19...Ta8 20 Tb4!?  (diag. 3)


                                                

      

     O Fritz sugere 20 b3 ou 20 Tg1, mas conservar as torres anula a intenção das pretas em criar contrajogo na ala da dama e enfraquecer o ponto d4.

     20...Ce6

     Era melhor 20...Ta1!! 21 Dxa1 Cd5! 22 Bd1 Cxb4 23 Da4 Cd3, aliviando um pouco a pressão, +0.69 F8. Escusado dizer que após 22 exd5, as pretas perpetuariam seus xeques: 22...Dxf3+ 23 Rg1 Dg4+ etc.

     21 Tg1 Tfb8 22 f4!

     O F8 prefere 22 Txb6! Txb6 23 d5! c5 24 dxe6 (+1.28); ou 23...Cc5 24 Bd4 Dh6 25 Bxg7 Dxg7 26 Txg7+ Rxg7 27 Dd4+ Rg8 28 e5 (+1.22). Adams, no entanto, explora sua superioridade posicional.

     22...c5

     Se 22...Cxf4? 23 e5! Dh6 24 Txb6 Txb6 25 Df3 (+2.56); ou 23...dxe5 24 dxe5 Dxe5 25 Bxf4 (+2.72), ganhando.

     23 e5!

     Agora, o perigo mudou de cor e Adams põe em evidência o verdadeirobispo da tortura espanhola”, que é esse Torquemada em c2.

     23...Dd8

     A reação 23...dxe5? abriria ainda mais a posição, favorecendo o par de bispos do adversário.

     24 dxc5 Bxc5

     No caso de 24...dxc5 25 Tc4 Ta2 26 Dxd8+ Bxd8 27 f5 Tbxb2 28 Bd3 Cf8 29 Bxc5, com muita superioridade, +1.75 F8.

     25 Txb8 Txb8 26 f5! Bxe3

     O Fritz assinala 26...Cf8 27 Bh6 g6 28 Dd5 Dc7 29 fxg6 hxg6 30 Bxg6 Cxg6 31 Txg6+ Rh7 32 Tf6 +-3.41.

     27 fxe6 Bh6

     Se 27...Bxf2 28 Dh5 Bxg1, o F8 anuncia mate em 8 lances!

     28 Dh5 Rh8?  (diag. 4)


                                            
 

      Era forçado, embora inútil, 28...De7 29 Dxh6 Db7+ 30 Tg2 Dxg2+ 31 Rxg2 gxh6 32 e7 dxe5 33 Ba4, ganhando, +-2.84 F8.

     29 Dxf7

     Adams omite o demolidor 29 Txg7!, depois do qual o Fritz anuncia mate em 5 lances.

     29...dxe5 30 e7! De8 31 Dxe8+! Txe8 32 Td1!

     A ameaça do “mate de corredor” propicia esse interessante arremate.

     32...Bg5 33 Ba4!, 1-0.  

 

Tabela progressiva          1 2 3 4 5 6 7 8  Total

1. Leko, Peter    HUN 2763 g  0 0 0 1 1 1 = =  4.0/8
2. Adams, Michael ENG 2737 g  1 1 1 0 0 0 = =  4.0/8
 


 Estudos e problemas
 

783   A   (A. Troitzky, Nowoje Vremya 1899) 1 h3+! Rh4 (1...Rf5 2 Cd4+! Bxd4
3 Te7 Be5 4 Txe5+! Rxe5 5 f4+!! Rxf4 6 Rf2+-) 2 Td4+!! Bxd4 3 Cxd4
                e1=D+ 4 Rg2!+-.

         B   (W. Greenwood, English Chess Problems 1876) 1 Bd4! (2 Dc8/3 Dc5#)
               1…Rxd4 2 Tc6 Rd5 3 Dd7#; 1…Rc4 2 Ta4+! Rb3 3 Dd1#.

 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO