: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 

  34ª Olimpíada - 1
 

 

 

    A 34ª Olimpíada Mundial de Xadrez que se realiza em Istambul, na Turquia (28 out -12 nov), confirmava uma vez mais a hegemonia dos países que formavam a antiga Cortina de Ferro. Entre eles, a Rússia (Khalifman, Morozevich, Svidler, Rublevsky, Sakaev e Grischuk), que vinha mantendo a liderança dessa competição à falta de uma rodada. 

     A nota de destaque ficava por conta da vigorosa atuação do time de veteranos da Alemanha (Yusupov, Hubner), nos postos de vanguarda, e da Hungria (Judit, Portisch), a única a derrotar a sempre favorita Rússia.

     Inglaterra, Israel, Estados Unidos e Holanda não vinham repetindo suas consideráveis performances das olimpíadas anteriores, embora ainda aspirassem a um lugar no pódio entre os melhores.

L. VAN WELY (Holanda, 2.643) x (2.702, Polônia) M. KRASENKOV (11/r. 1/TAB. 34. Olympiad, Istambul, 08.11.00 — Semi-eslava, D 31)

1 d4 d5 2 c4 e6 3 Cc3 c6 4 e4! (Alekhine) 4...dxe4 5 Cxe4 Bb4+ 6 Bd2 Dxd4 7 Bxb4 Dxe4+ 8 Be2! Ca6 
 a: 8...Dxg2 9 Dd6 Cd7 10 0-0-0! Dxf2 11 Bh5 De3+ 12 Rb1 De5 13 Bxf7+ Rxf7 14 Tf1+ Cgf3 15 De7+ Rg8 16 Cf3 De4+ 17 Ra1 h6 18 Thg1! Th7 19 Cd2+-; b: 8...c5 9 Bxc5 Cd7 10 Bd6 Dxg2 11 Bf3 Dg5 12 h4 Df6 13 Db3! Ce7 14 Ce2 0-0 15 Cg3+/-, 1-0 in 37. Dreev-Sveshnikov, St. Petersburg 1998; c: 8...Ce7 9 Dd2 Cg6 10 Ch3 Ca6 11 0-0-0 f6 12 Ba3 Rf7 13 g4 c5 14 f4 Tf8=, 1/2-1/2 in 32. Van Wely-Krasenkov, Pamplona 1998! 

 9 Ba5! f6 
 9...Bd7!? 10 Dd6 Dxg2 11 Bc3! 0-0-0 12 Bf3 Dg5 13 h4 De7 14 Dxe7 Cxe7 15 Bxg7=, 1/2-1/2 in 29. Piket-Lautier, Mônaco 1999.

 10 Dd8+ Rf7 11 0-0-0! b6 12 Bc3 e5 13 Bh5+! g6 14 Bf3 Df4+ 15 Td2 Dxc4 16 Ce2! Dxa2 17 Td6!! Tb8 – diag.1
 17...Da1+ 18 Rd2 Dxh1 19 Bxc6 Tb8 20 Bd5+ Rg7 21 Bxg8+- 

 18 Thd1! Be6 19 Td7+ Bxd7
 Percebe-se aqui o porquê de 13 Bh5+! — agora o rei não dispõe da casa g6 para escapar.

 20 Txd7+ Re6 21 Td6+ Rf7 22 Td7+ Re6 – diag.2
 As brancas não podem parar de dar xeques e o seguinte mergulho nas profundezas da combinação deve ser perfeito, do contrário... 

 23 Bg4+! f5 24 Td6+ Rf7 25 Td7+ Re6 
 Há alguns jogadores que se utilizam desse expediente de lances forçados para, com a simples mudança de um diagrama, visualizar melhor a posição que eles querem alcançar. Segundo o Junior-6.0, sem contar as repetições, as brancas deviam dar mate forçado em 11 lances.

 26 Cf4+!! exf4 27 Td6+ Rf7 28 Td7+ Re6 29 Td6+ Rf7 – diag.3
 Outra vez, inseguro, Loek reexamina o cadafalso para ver se a corda é de boa qualidade, se o alçapão está funcionando bem — que é para ninguém sofrer.

 30 Dd7+! Ce7 31 Tf6+ Rg7 
 Se 31...Rg8 32 Dxe7, ameaçando sem defesa 33 Tf8+! e 34 Dg7++.

 32 Dxe7+ Rh6 33 Txg6+!, 1-0.

 

 

 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: XADREZ JUVENIL :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO