: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
de
Hélder Câmara
 


08/05/2004               

Magnus Carlsen obtém título de GM aos 13 anos
Sua norma definitiva ocorreu em abril, no Open de Dubai

 

          O garoto norueguês Magnus Carlsen voltou a assombrar o mundo caissano ao obter sua norma definitiva de Grande Mestre no 6º Open de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, realizado entre 19 e 27 de abril, total de 133 participantes.

        Carlsen somou 6.5 pontos em 9 possíveis, dividindo a segunda colocação com L. Nisipeanu (2692), K. Sasikiran (2659), V. Iordadescu (2627), E. Vladimirov (2621), P. Harikrishna (2599) e mais outros 6 jogadores. O campeão foi o jovem azerbaijano Shakhriyar Mamedyarov (12.04.1985 – 2657 pontos-ELO), com 7 pontos.

      No ranking das precocidades enxadrísticas, em que jovens obtiveram o título de GM, anotamos: 10) Bobby Fischer, com 15 anos, 6 meses e 1 dia; 9/8) Judit Polgar e Koneru Humpy, 15-4-28; 7) Peter Leko, 14-4-22; 6) Etienne Bacrot, 14-2-0; 5) Ruslan Ponomariov, 14-0-17; 4) Teimur Radjabov, 14-0-14; 3) Bu Xiangzhi, 13-10-13; 2) Magnus Carlsen, 13-3-27; 1) Sergey Karjakin 12-7-0. Uma ressalva: no tempo de Fischer, o computador era apenas um sonho provável, mas distante...

        Sergey Karjakin (12.01.1990 Ucrânia 2580) ainda é o recordista desse fenômeno, embora Magnus Carlsen (30.11.1990 Noruega 2552) detenha o título de o mais jovem GM da atualidade.



       Magnus Carlsen, o mais jovem (13) GM do mundo!

       M. Carlsen (2552) x (2621) E. Vladimirov (4ª rod. Dubai Open, EAU, 22.04.2004 – Siciliana, B 67)

        1 e4 c5 2 Cf3 Cc6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 Cf6 5 Cc3 d6 6 Bg5 e6 7 Dd2 a6 8 0-0-0 (Posição crítica dessa linha, quando se delineiam as opções dos dois lados: brancas atacam na ala do rei, pretas atacam na ala da dama).

        8...Bd7 9 f3!? (A “formação de Saemisch” é a mais segura na promoção do ataque Richter-Rauser, g4-h4-g5).

        9...Tc8 (A mais recente recomendação da teoria é 9...Be7 10 h4 h6 11 Be3 h5!? 12 Bg5 Dc7, com chances equivalentes).

       10 Be3 Ce5 11 g4 h6 12 h4! b5! (Por enquanto, a coerência norteia a conduta de ambos, ao promoverem suas escaladas nas alas de sua competência. A expectativa é sobre quem concretizará primeiro o seu intento).

       13 Bd3 b4 14 Cce2 d5 15 exd5 Cxd5 16 Cf4 Da5 (Aqui, há um exemplo interessante: 16...Cxd3+ 17 Dxd3 Cxe3 18 Dxe3 Bc5 19 Ch5 0-0 20 g5 Dc7 21 Td2 Ba4 22 gxh6 Bxc2 23 hxg7 Bg6 24 gxf8=D+ Bxf8+ 25 Cc2 Bxc2 26 Cf6+ Rh8 27 Ce8 Dc6 28 De5+ Rg8 29 Td6? Bh6+!, 0-1. Gazik x Popovic, Smokovec 1991).

        17 Rb1?! Cxf3! diagrama (Um golpe surpreendente e não acreditamos que o jovem Magnus o tenha permitido para abrir a coluna-f. Agora, se 18 Cxf3? Cc3+! 19 bxc3 bxc3 20 Dc1 Ba3 e o Fritz-8 assinala uma vantagem ganhadora para as pretas, -+2.12).

       18 Df2! Cxe3 19 Dxe3 Cxd4 20 Dxd4 Dc5 21 De4! Dc6 (Como revelou em extensa entrevista, Magnus adora posições abertas, quando pode exibir seus perigosos dotes táticos. No presente caso, se 21...Bc6 22 De1! Bxh1 23 Cxe6!! Dd6 24 Cxg7+ Rd8 25 Ce8! Bd5 26 Cxd6 Bxd6 27 Bxa6 Tc5 28 Dxb4, +-6.03, Fritz).

       22 De2 a5 23 Ch5! (O entrave de seu fundamental desenvolvimento é o preço que as pretas pagam pelo seu peão a mais: se 23...g6? 24 Cf6+ Re7 25 Be4+-).

       23...a4 24 Thf1! Tc7 (Evgeny monta uma guilhotina na sétima fileira para defender sua precária base de f7, enquanto não consegue vivificar seu bispo de f8 e sua torre de h8).

      25 Df2!? (O Fritz registra como ganhador 25 De5! Dc5 26 Cxg7+ Bxg7 27 Dxg7 Tf8 – se 27...Df8? 28 Txf7! – 28 Dxh6 a3 29 Df6 axb2 30 Rxb2, +-1.44).

     25...Bc8 26 Dd4!? ( agora o Fritz indica o contundente 26 Cf6+!! gxf6 – se 26...Re7 27 Bg6!! Bd7 28 Be4! Db5 29 Cg8+! Rd8 30 Dxf7, +-6.94 – 27 Dxf6 Bg7 (27...Tg8? 28 Bb5!) 28 Dxg7 Tf8 29 Dxh6 c3 30 Df6, +-2.44).

      26…Td7 27 Cxg7+ Bxg7 28 Dxg7 Tf8 29 Dxh6 b3 30 axb3 axb3 31 cxb3 Ba6 (As pretas estão perdidas e nem mesmo um melhor resistência as salvaria: 31...Bb7 32 De3! Td5 33 g5! etc).

     32 Bxa6 Dxa6 33 Df4! Ta7 (Ou então, 33...Dc5 34 Dc4! Tb7 35 g5! e as pretas não podem captura em b3: 35...Dxb3? 36 Dc6+ Re7 37 Dd6+ Re8 38 Dd8#).

      34 Db8+! Re7 35 Db4+!!, 1-0. Não havia mais defesa: 35...Re8 36 Td8+ Rxd8 37 Dxf8+ Rc7 38 Tc1+ Rb6 39 Dc5+ Rb7 40 Dc8+ Rb6  41  Dc6+ Ra5 42 Tc5+ Rb4 43 Tb5+! Dxb5 44 Dc3#; ou 38...Rd7 39 Dxf7+ Rd6 40 Df8+ Rd7 41 Td1+, ganhando.
 


Estudos e problemas

 

  735    A    (P. Farago, Magyar Sakkvilág, 1944) 1 d8=D+! Rxd8 2 Ta8+ Re7 3 Bd6+!!
                 
    cxd6 4 Ta7+ Rd8 5 Re6 Te8+ 6 Rxd6+-.

           B    (S. Loyd, Chess Nuts, 1868) 1 Tg2+! Re3 2 Bc4! Re4 3 Te2#; 1…Rxg2 2
                    
Ch3!! Rh1/Rxh3 3 Bf3/Bf1#.


 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO