: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 

   Campeonato da França
 

Etienne Bacrot (19) e Marie Sebag (15) reafirmaram a força da juventude na arena magistral
 

 

A - Br. jogam e ganham



B - Mate em 3 lances

 

GM Etienne Bacrot, tetra campeão francês.

O jovem GM francês Etienne Bacrot (22.01.1983 - 2653) venceu pela quarta vez consecutiva o Campeonato da França, realizado em Val d'Isère entre 19 e 31 de agosto. Pela força de seus participantes, esse certame atingiu a categoria XIII, com um rate-médio de 2556 pontos-ELO.

     A tabela final registrava: 1/2. E. Bacrot e Joël Lautier (12.04.1973 - 2665) 7.5 pontos em 11 possíveis; 3. I. Dorfman (2617) 6.5; 4/5. C. Bauer (2550) e A. Sokolov (2587) 6; 6. A. Vaisser (2581) 5.5; 7/8. Almira Skriptchenko Lautier (17.02.1976 - 2497) e C. Marcelin (2470) 5; 9/11. M. Degraeve (2586), L. Fressinet (2619) e R. Fontaine (2514) 4.5; 12. E. Bricard (2454) 3.5.

     No feminino, Marie Sebag (15.10.1986 - 2344) conseguiu a láurea máxima de seu país pela segunda vez em três anos. Não se pode esquecer que a França é a atual campeã (feminino) e vice-campeã (masculino) por equipes da Europa.   

     Almira, esposa de Lautier, esteve sempre entre os líderes da prova e apenas nas últimas rodadas perdeu preciosos pontos. Louve-se sua presença entre os melhores jogadores franceses. Enquanto isso, no Brasil, não há até agora um site sequer indicando a formação da equipe feminina que nos representará nas próximas Olimpíadas (Bled, out/2002). 

Almira Lautier

     Com um empate na primeira colocação, o título masculino foi decidido no playoff, duas partidas de 15m + 5s por lance, que acusou a vitória de Bacrot, 1.5 a 0.5

E. Bacrot (2653) x (2665) J. Lautier (1ª playoff, c. França, Val d'Isère, 01.09.2002 - GD Aceito, D 27)
1 d4 d5 2 c4 dxc4 3 e4!? e5 4 Cf3 Bb4+ 5 Cc3
Ou 5 Bd2 Bxd2+ 6 Cbxd2 exd4 7 Bxc4 Cc6 8 0-0 Cf6! 9 e5 Cg4 10 h3 Ch6 11 Cb3 Cf5 12 Te1 0- 0 com equilíbrio, embora 0-1 in 65. Volkov Tkachiev, Moscou 2002. Condenável é 5 Cbd2?, em virtude de 5...c3! Na Islândia, único país por enquanto onde há mais GMs do que MIs, um capivara não sabia disso e cometeu tal imprudência: 5 Cbd2? c3! 6 bxc3 Bxc3 7 Tb1 exd4 8 Bc4 De7 9 0-0 c5 10 e5 Bxd2 11 Bxd1 Be6? 12 Bxe6 Dxe6 13 Cg5! Dd5 14 e6! fxe6 15 Cxe6 Rd7 16 Txb7+! Rxe6 17 Dg4+ Df5 18 Te1+, 1-0. Bjarnason x Sigurjonsson, Reykjavik 2000. Os anjos protegem as crianças e Caíssa, os capivaras.

5...exd4 6 Cxd4 Ce7 7 Bxc4 0-0
Ou então 7...Cbc6 8 Be3 Cxd4 9 Bxd4 0-0 10 0-0 Cc6 11 Be3 Dxd1 com ligeira vantagem, 0-1 in 63. Van Wely x Azmaipashvili, Ohrid 2001.

8 Be3 Cbc6 9 Cdb5! Bd7?! - diagrama 1
Esse bispo em d7 joga menos do que em c8, daí por que é preferível 9...Ba5 10 0-0 a6 11 Cd4 Cxd4 com rápido empate, ½-½ in 18. Khalifman-Tkachiev, WCC Shenyang 2000.

10 a3! Ba5 11 b4 Bb6 12 Bxb6 axb6
A partida agora se resumirá nisso: as brancas movimentarão sua maioria na ala do rei e as pretas, impotentes, ficarão... assistindo!

13 f4! Ca7 14 Cxa7 Txa7
Todas as peças de Joël na sétima fileira estão mal colocadas, facilitando assim a rápida evolução das forças adversárias.

5 0-0 Cg6 16 Df3 c6 17 Dg3 Dc7
Se 17...Dh4? 18 Dxh4 Cxh4 19 f5! e o Gambit Tiger 2.0 registra uma vantagem decisiva de +-1.60.

18 h4! Ce7 19 a4!
O intangível cavalo de c3 anula as pretensões das pretas na ala da dama.

19...Dd6 20 Tad1 Dxb4!?
Joel prefere arriscar-se do que assumir indefinidamente (20...Dc7) uma defesa “neurótica passiva”.

21 Bxf7+ Txf7 22 Txd7 Ta8 23 Tfd1!
O domínio da coluna-d, única via-expressa na posição, e o cavalo absoluto em c3 garantem o desenlace; a ameaça era 23...Cf5.

23...Taf8 24 f5! Rh8 25 Rh2 Dc5
As pretas, que já estavam zugadas, permitem agora a efetiva participação do cavalo branco no assalto à sua cidadela real.

26 Ce2!+- Cg8
Se 26...Dc2 27 Cc3! h6 28 T1d3! Rh7 29 Tf3! Cxf5 30 Txf5 Txd7 31 Txf8 Td3 32 Tf3, ganhando +-1.82.

27 Cf4!, 1-0.
Seria inútil: 27...Cf6 28 Txf7 Txf7 29 Td8+ Cg8 30 Ce6 De7 31 Rg1! Db4 32 f6! g6 33 e5 Db1+ 34 Rh2 Df5 35 Cg5+- .


Soluções
654 A (P. Joitsa, Schachstudien, 1985) 1 Ba7+!! Re1 2 Da1+! Re2 3 Da6+! Rd1 4 Da4+! Re2 (4...Rd2? 5 Be3++-) 5 Dc2+ Rf3 (5…Re1? 6 Bf2+ Rf1 7 Bg3 Da7 8 Dd3+! Be2 9 Db1++-) 6 Dd3+ Rf4 7 Bb8+!! Rg5 8 Dd8+! Rh5 9 Dh8+ Rg6 10 Dg8+ Rh5 11 Dxf7+ Rh4 12 Bg3+ Rg5 13 Bf4+ Rh4 14 Df6+ Rh5 15 Dg5#.
B (O. Blumenthal, 777 Chess Miniatures, 1908) 1 Be3! (zug) 1…d6 2 Rc8!! Rc6 3 d5#.

 
 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: XADREZ JUVENIL :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO