: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
de
Hélder Câmara


   06/11/2004                 

Domínio do Leste Europeu na Olimpíada de Calviá
Resultados fizeram justiça às melhores equipes


 

    A hidra enxadrística em que se transformou a ex-URSS continua viva e triunfante, como se pode constatar pelos resultados da 36ª Olimpíada Mundial de Xadrez, realizada mês passado em Calviá, na Espanha.


A mascote da Olimpíada de Calviá

         No masculino, 1) Ucrânia, com 39.5 pontos em 56 possíveis; 2/3) Rússia e Armênia 36.5; 4) EUA 35; 5) Israel 34.5; 6) India 34; 7) Cuba (!) 33.5 etc., de um total de 129 países. A Rússia ressentiu-se da ausência de seus principais jogadores, G. Kasparov e V. Kramnik, enquanto que todos os integrantes da equipe dos EUA eram egressos da ex-União Soviética.

         No feminino, 1) China, com 31 pontos em 42 possíveis; 2) EUA 28; 3/4) Rússia e Geórgia 27.5 etc., de um total de 87 equipes. Aqui, também, observa-se que as três titulares do time dos EUA são oriundas de países da extinta “Cortina de Ferro”.
 

         Destaque especial para o jovem Sergey Karjakin (GM aos 12 anos de idade!), que no 6º tabuleiro da Ucrânia, com 6.5 pontos em 7 partidas, totalizou um rate-performance recorde de 2929 pontos-ELO, obtendo assim a medalha de ouro correspondente ao 6º tabuleiro. Enquanto isso, Anand (nº 1 da Índia) teve um rendimento de 2824 pontos, mas perdeu a medalha de melhor 1º tabuleiro para o GM palestino Evgeni Ermenkov, cujo R-P não passou de 2589, mas que totalizou 10.5 pontos em 12 possíveis, contra jogadores cujo rate-médio somava apenas 2253 pontos.

           No match Espanha x Franca (2½ x 1½), a partida a seguir decidiu o seu resultado.

          A. Shirov (2726) x (2640) L. Fressinet (6ª rod. 36th Ol. Calviá, 20.10.2004 – Semi-eslava, D 45).

          1 d4 d5 2 c4 c6 3 Cc3 Cf6 4 Cf3 e6 5 e3!? (Mais de acordo com o estilo violento de Shirov seria o agudo 5 Bg5, mas ele reserva um tratamento especial para essa linha).

          5...Cbd7 6 Dc2 Bd6 7 g4! (E está o convite expresso para o entrevero tático).

          7...dxc4 (Ou então, 7...Cxg4 8 Tg1 f5 9 h3 Cgf6 10 Txg7 Rf8 11 Tg2 Ce4 12 Bd2 Tg8 13 Txg8+ Rxg8 14 Bd3 Cf8 15 Re2! Bd7 16 Tg1+ Rh8 17 Bxe4 fxe4 18 Cxe4 dxe4 19 Dxe4 Cg8 20 Bc3 Df6 21 c5 Bf4 22 d5 e5 23 exf4 cxd5 24 Cxe5! Dxe4 25 Cxg6+ Rg7 26 Ch8+!!, 1-0. Chabanon x Sarthou, França 2004).

          8 Bxc4 e5!? 9 Bd2 mais comum 9 g5 Cd5 10 Bd2, como ocorreu na terceira rodada dessa mesma Olimpíada: 10...exd4 11 De4+ De7 12 Dxd4 Ce5 13 Cxe5 Bxe5 14 Cxd5 cxd5 15 Bb5+! Rf8 16 Dxd5 Bxb2 17 Tb1 Be6 18 De4 Ba3 19 Bc4 Bxc4 20 Dxc4 Dxg5 21 Txb7 Df5 22 Bb4+ Rg8 23 Bxa3 Df3 24 Db3! Dxh1+ 25 Re2, 1-0. Krasenkov x Volkmann, Calviá 2004).

          9...exd4 10 Cxd4 Ce5 N (A teoria recomenda 10...Cb6).

         11 Be2 Bxg4 (Na última rodada, seguiu 11...Cfxg4 12 Ce4 Be7 13 0-0-0 0-0 14 Bc3 Dc7 e após intensa luta, ½-½ in 29. Gelfand x Dominguez, Calviá 2004).

         12 f4! Cg6 13 Bxg4 Cxg4 14 Cf5! Ch4?  (diagrama)

        (O próprio Shirov aponta este lance como responsável pela derrota das pretas. O Fritz-8.0 sugere a igualdade de 14...0-0 15 Ce4 Be7 16 0-0-0 Dc8 17 Cxe7+ Cxe7 18 h3 Ch6, com equilíbrio absoluto, =0.00).

         15 Cxg7+! Rf8 16 0-0-0! Cf2 17 Ce4 Cxd1 18 Txd1 Be7 incrível, mas mesmo inferiorizadas materialmente, o Fritz registra a vantagem das brancas em +/-0.62).

         19 f5! Db6 20 f6! (Shirov declarou em análises post-mortem que esses dois últimos lances proporcionaram-lhe a efetivação de seu ataque. A perda de sua qualidade está plenamente compensada pela inoperância das torres adversárias, incapazes de acudir seu próprio rei. Aqui, se 20...Bxf6? 21 Cxf6 Rxg7 22 Dc3!, ganhando).

         20...Bb4 21 Bxb4+ Dxb4 22 a3!? (O Fritz prefere 22 Cc5! h5 23 Cd7+ Rg8 24 Cf5!! Th7 25 Tg1+ Rh8 26 a3!, ganhando).

         22...Da5 23 Cc5 h6?! 24 Cf5! Cg6 (Se 24...Cxf5 25 Dxf5 e o Fritz anuncia mate em 18 lances!)

         25 Cd7+ Rg8 (Se 25...Re8 26 De4+ Rd8 27 Cc5+ Rc8 28 Cd6+ Rc7 29 Df5! entre outras variantes ganhadoras).

         26 Ce7+ Rh7 (No caso de 26...Cxe7 27 Tg1+! Dg5 28 Txg5+ hxg5 29 fxe7+-).

         27 Cxg6 fxg6 28 Ce5, 1-0. As pretas não podem impedir o mate em 5 lances: 28...Thg8 29 Td7+ Rh8 30 Cf7+ Rh7 31 Cg5+ Rh8 32 Th7#.    



Estudos e problemas

757   A (A. Mouterd, La Strategie, 1920) 1 Tf8+! Rxf8 2 Tf4+ Tf7 (2…Rg8? 3
             Dh8+!+-) 3 Dh8+ Re7 4 Te4+ Rd6 5 De5+ Rc6 6 Tc4+ Rb7 (6...Rb6 7
             Dc5+ Rb7 8 Dc6+ Rb8 9 Dc8#) 7 De4+ Rb8! 8 De8+ Rb7 9 Dc8+ Rb6
             10 Dc6+ Ra5 11 Ta4#.

        B (R. Aspa, 777 Chess Miniatures, 1908) 1 Tf5!! exf5+ 2 Rf4! Re6 3
            Tc7#.
       
 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO