: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   CRÔNICAS    : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 

  Linares - 1
 

 

 

A - Br. jogam e ganham


B - Mate em 3 lances

Em Linares, na Espanha, realiza-se (23 de fevereiro — 6 de março) um hexagonal em duplo turno, perfilando alguns dos mais consagrados super GM-As do topboard internacional, enumerados a seguir por ordem de sorteio:

1. Peter Leko (08.09.79 Hungria 2.745) 2. Alexey Shirov (04.07.72 Espanha 2.718) 3. Alexander Grischuk (31.10.83 Rússia 2.663) 4. Judit Polgar (23.07.76 Hungria 2.676) 5. Anatoly Karpov (23.05.51 Rússia 2.679) 6. Garry Kasparov (13.04.63 Rússia 2.849).

Não obstante o empenho de todos os participantes em busca da vitória, registrava-se, mercê do equilíbrio das forças em combate, um altíssimo índice de empates, sendo que até a quinta rodada (15 partidas) apenas quatro resultados positivos foram anotados.

Aos internautas, recomendamos http://www.ajedrez21.com/, a partir das 12h.

     G. Kasparov (2.849) x (2.679) A. Karpov (5ª rod. Linares, 28.02.01 — Caro Kann, B 12) 
     1 e4 c6 2 d4 d5 3 e5 Bf5 4 Cc3 e6 5 g4 Bg6 6 Cge2 Ce7 7 Cf4 c5 8 dxc5 Cd7 9 h4 Cxe5 10 Bg2 h5 11 De2 C7c6 12 Cxg6 Cxg6 13 Bg5 Be7 14 gxh5 Cf8 15 Cb5 Cd7 16 h6 Cxc5 17 Bf4 Rf8 18 hxg7+ Rxg7 19 0-0-0 Rf8 20 Rb1 a6 21 Cc7 Tc8 22 Bxd5! exd5 23 Txd5 Dxc7 24 Bxc7 Txc7 25 Tf5 Td7 26 c3 f6 27 Tg1 Cd8 28 Dg4 Re8 29 Th5 Tf8 30 Txc5 Bxc5 31 Dh5+, 1-0.

     A. Shirov (2.718) x (2.663) A. Grischuk (5ª rod. Linares, 28.02.01 — Siciliana, B 45) 
     1 e4 c5 2 Cf3 Cc6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 Cf6 5 Cc3 e6 6 Cdb5 Bb4 7 a3 Bxc3+ 8 Cxc3 d5 9 Bd3! d4 10 Ce2 e5 11 0-0 0-0 12 h3 Te8 13 Cg3 Be6 14 f4 exf4 15 Bxf4 Cd7 16 Dh5 g6 17 Dh6 Df6 18 Bg5 Dg7 19 Dh4 Cce5 20 Bh6 Dh8 21 Cf5! Bxf5 22 exf5 Cxd3 23 cxd3 De5 24 Tf4! Cc5 25 Taf1 Cxd3 26 fxg6! fxg6 27 Tf7 Cc5 28 Tg7+ Rh8 29 Tff7 Ce6 30 Txg6 d3 31 Tg4 Tg8 32 Txh7+, 1-0.

     G. Kasparov (2.849) x (2.745) P. Leko (6ª rod. Linares, 01.03.01 — Espanhola, C 88) 
     1 e4 e5 2 Cf3 Cc6 3 Bb5 a6 4 Ba4 Cf6 5 0-0 Be7 6 Te1 b5 7 Bb3 0-0 8 a4! Bb7 9 d3 d6 10 Cbd2 Ca5 11 Ba2 c5 12 Cf1 Te8 13 Ce3 h6 14 Bd2 c4 15 Bc3 Db6 16 Cd2 Cc6 17 Cd5 Cxd5 18 exd5 Ca5 19 Bxa5 Dxa5 20 dxc4 Dxa4 21 c5! Db4 22 Ce4! Dxb2 23 cxd6 Bf8 24 c3! f5 25 d7! Ted8 26 d6+ Rh8 27 Cc5! Bc6 28 Cd3! Dxc3 29 Cxe5 Be4 30 Cf7+ Rh7 31 Cg5+!, 1-0.


 


     J. POLGAR (2.676) x (2.718) A. SHIROV (4ª rod. Linares, 27.02.01 – Siciliana, B 90)

     1 e4 c5 2 Cf3 d6 3 d4 cxd4 4 Cxd4 Cf6 5 Cc3 a6 6 Be3
     Há lances que são verdadeiros cartões de visita. Esse aí, por exemplo, que caracteriza o Ataque Inglês (a rigor, intitular-se-ia melhor como "Sistema Saëmisch de Ataque"), podia servir para identificar a genial jogadora magiar, em sua permanente sofreguidão pelo jogo explosivo.

     6... e5
     O lance do texto e 6...Cg4 são as opções mais válidas neste momento e sua adoção vai depender do estado de ânimo ou da específica preparação teórica de cada um. Ainda este ano, no Supertorneio Corus (Wijk aan Zee, Holanda, jan/2001), por duas vezes Alexey elegeu 6...Cg4, com o balanço negativo de uma derrota (Ivanchuk, in 41) e um empate (Adams, in 37). Assim, entende-se por que agora ele procura variar seu itinerário.

     7 Cb3
     A própria Judit já preferiu 7 Cf3!? Be7 8 Bc4 0-0 9 0-0 Be6 10 De2 b5 11 Bb3 Bxb3 12 axb3 Cbd7 13 Tfd1 Dc7 14 Bg5! Tfc8 15 Ce1! Db7 16 Bxf6! Cxf6 17 Cd5 Cxd5 18 Txd5, com notável superioridade, 1-0 in 56. Judit-Anand, Hoogovens/Wijk aan Zee, HOLANDA, 1998.

     7… Be6 8 f3 Cbd7
     Um lance muito em voga ultimamente é 8...h5, dificultando sobremaneira a coerente expansão das brancas na ala do rei. Por exemplo, 8...h5 9 Dd2 Cbd7 10 a4 Be7 11 Be2 Tc8 12 0-0 Cb6 13 Tfd1 d5 14 a5 d4 15 axb6 Bxb3 16 cxb3 dxe3 17 Dxd8+! Bxd8 18 Ta5! Cd7 19 Tad5 Cxb6 20 Txe5+ Rf8 21 Tc5!! Re8 22 Txc8 Cxc8 23 Cd5 Ce7 24 Cxe3 e, superiores, as brancas se impuseram, 1-0 in 54. Judit-Sadvakasov, Hoogoven 1999.

     9 Dd2 – diag. 1
     Há pouco, Judit jogou 9 g4 b5 10 g5 Ch5 11 Dd2 Be7 12 0-0-0 Cb6 13 Cd5! Bxd5 14 exd5 Te8 15 Ca5! Cxd5 16 Dxd5 Dxa5 17 Bh3! Tc4 18 Bg4 Cf4 19 Bxf4 Txf4 (19...exf4? 20 Thf1+-) 20 Dc6+ Rf8 21 Txd6! g6 22 Dc5!! Rg8 23 Dxe5 Bxd6 24 Dxd6 Tc4 25 Db8+ Rg7 26 De5+ Rg8 27 Df6! Dc7 28 Te1! Dc6 29 Be6!! Fxe6 30 Td1!, 1-0. Judit-Fressenet (Hungria-França), 34ª Olimpiada, Istambul/TURQUIA, out/2000.
     É possível que Judit também conhecesse esse registro: 9 g4 b5 10 g5 b4 11 Ce2 Ch5 12 Dd2 a5 13 Cg3 Cxg3 14 hxg3 a4! 15 Cc1 Da5 16 Bh3 Bxh3 17 Txh3 Cb6 18 b5 d5! 19 Cd3 Bd6 20 Td1 d4 21 Bg1 axb3 22 axb3 Tc8 e o jogo das pretas é preferível, 0-1 in 38. Morovic-Shirov, Barcelona/ESPANHA 2000.

     9... b5 10 a4!
     A explosão na ala da dama revela bem a maleabilidade do esquema de jogo das brancas. O que antes seria uma tática expansão na ala do rei, transforma-se de repente numa estratégica incursão na ala da dama. E essa abrupta mudança parece-nos lógica, se considerarmos que é na ala da dama que sobejam as forças e os valores das brancas.

     10... b4
     No caso de 10...bxa4?! 11 Txa4 Dc8 12 Be2 Be7 13 0-0 0-0 14 Tfa1! (vejam que só o rei branco não participa dessa escalada na ala da dama) 14...Cb8 15 Cd5 Cxd5 16 exd5 Bd7 17 Tb4! Bd8 18 Ca5 Bf5 19 Cc4! Bc7 20 Cb6! Bxb6 21 Txb6 Dc7 22 c4! Bc8 23 Da5 f5 24 b4! f4 25 Bf2 Bb7 26 c5! Bxd5 27 Txd6 Df7 28 c6! Bxc6 29 Dc5 De8 30 Bc4+ Rh1 31 Te6! Dc8 32 Dxe5 Cd7 33 Dg5 Tf6 34 Bd4 Bb5 35 Txf6! Cxf6 36 Dxf6!! Ta7 37 De6! Dxe6 38 Bxe6, 1-0. Nijboer-Vink, Corus B, Wijk aan Zee 2001.

     11 Cd5 Bxd5 12 exd5 Cb6 13 Bxb6 Dxb6 14 a5!
     Necessário, para manter o isolamento do peão e criar, assim, um alvo, uma meta a ser alcançada com sua captura.

     14... Db7 15 Bc4 g6 – diag. 2
    Não parece melhor 15…Tc8 16 Dd3 Txc4?! 17 Dxc4 Cxd5 18 De2! Be7 19 0-0-0 Cf4 20 Dd2 0-0 21 g3 Ce6 22 f4! e, superiores, as brancas triunfaram, 1-0 in 75. Shirov-Topalov, Amber Rapidplay, MÔNACO 2000; ou ainda, 15...Be7 16 Ta4 Tb8 17 Cc1! Bd8 18 b3 e4 19 Ca2 exf3 20 gxf3 Cd7 21 De3+ Rf8 22 Rd1 Ce5 23 Te1 g5 24 Dd4 Dc8 25 Cxb4 Df5 26 Cc6! Tc8 27 Cxe5 dxe5 28 Dd3+- e as brancas estão ganhas, 1-0 in 37. Nijboer-Van Blitterswijk, Leeuwarden/HOLANDA 2000.

     16 Ta4 Tb8 17 Cc1 N
     Esse lance foi saudado como uma novidade teórica, embora Nijboer em sua citada partida tenha ensaiado essa mesma pirueta, para situar um forte cavalo em d3, de onde (quebrado o ferrolho de b4) ajudaria na votoriosa escalada das brancas na ala da dama.
     O que se conhecia era 17 Dd3 Ta8 18 Dd2 Tb8 19 Dd3 Ta8, ½-½. Shirov-Kasparov, Frankfurt/ALEMANHA 2000.

     17... h5 18 Cd3 Bh6 19 Dxb4 Dc7!?
     Seria desastroso 19...Da7? 20 Dxd6 De3+ 21 Rf1 Txb2!? 22 Ta1! (22 Cxb2? Dc1+ 23 Rf2 De3+, empate) 22...Txc2? 23 Db8+! Rd7 24 Cxe5+, ganhando; ou então, 19...Da7? 20 Dxd6 De3+ 21 Rf1 Cd7 22 Ta1! Bg7 23 Te1, com posição vitoriosa (+3.12/Junior-6.0).

     20 Da3 0-0 21 Cf2?
     A posição de Judit é tão superior que mesmo cometendo esse lamentável equívoco, as brancas vão permanecer superiores. No entanto, era mister resguardar seu rei (21 0-0), para em seguida evoluir na ala da dama, sem precisar provar dos perigos de um rei sem roque, no meio do tabuleiro.

     21... Bc1! 22 Cd3 Be3
     Ou seja, é como se as pretas jogassem dois lances seguidos.

     23 Rd1 Tfc8 24 Te1 Bh6 25 c3 Tb5
     Alexey prefere perder a qualidade a ter de escravizar uma peça pesada na defesa de um peão (a6).

     26 Bxb5 axb5 27 Tb4 Cxd5 28 Txb5 Dc4! 29 Txd5! Dxd5 30 Rc2 – diag. 3
    A esmagadora maioria das brancas na ala da dama já era suficiente para lhe garantir a vitória. Mesmo assim, fazia-se necessária uma evolução correta na concretização dessa vantagem, do contrário o sempre perigoso adversário de Judit ainda seria capaz de lhe causas sérios transtornos.

     30... Ta8 31 a6 Dc6 32 Ta1 e4!?
     É evidente que Alexey não pode ficar esperando pela derrota e assim, com bom sentido, ele movimenta sua maioria, ao mesmo tempo em que, com perigo, procura detonar o centro e criar suas contra-chances.

     33 Cb4 Dc4 34 Da5
     Ameaçando 35 Dd5, para trocar as damas, sendo que se isso acontecesse, as pretas perderiam o estímulo de continuar lutando.

     34... exf3 35 gxf3 Te8! 36 Dd5!! – diag. 4
    Na exata medida! Judit vai entregar sua dama para assomar num final de Torre, Cavalo e Peão versus Dama, mas sem nenhuma esperança para o bando enganosamente em superioridade material.

     36... Te2+ 37 Rd1! Td2+
     É evidente que seria um desastre 37...Dxd5+? 38 Cxd5 Td2+ 39 Re1 Txd5 40 a7 Te5+ 41 Rf1! Te8 42 a8=D Txa8 43 Txa8+ Rg7 44 b4!, ganhando.

     38 Dxd2 Bxd2 39 Rxd2 Df4+ 40 Rc2 Df5+ 41 Cd3
     O Fritz-6.0 também afere igual valor (+1.22) para 41 Rb3! De6+ 42 Ra3 Dd7 43 Td1! Rf8 44 Td5!! Re8 45 Ta5!, chegando a uma posição similar à da partida.

     41... Dxf3 42 Ta5!
     Sempre esse lance profilático, uma vez que depois de 42 a7? Dg2+ 43 Rd1 Dg4+ 44 Rd2 Dg5+ 45 Re2 Dg4+ 46 Rf2 Dh4+, as brancas não escapariam à perpetuidade dos xeques da dama preta.

     42... Da8 43 a7 d5 44 Cb4 d4 45 Cd5 dxc3 46 bxc3
     O Fritz garante que o melhor era 46 Cb6! Dg2+ 47 Rxc3 Dc3+ 48 Cc4 Da8 49 Rb4 Rg7 50 Cb6 Dd8 51 Rb5!+-.

     46... Rg7 47 Rb3, 1-0.
     Impossibilitadas de neutralizar os diversos meios de vitória das brancas, Alexey abandonou.
     Uma partida de grande interesse teórico.

 


Soluções 576
A (P. Heuäcker, Neue Freie Presse, 1930) 1 Ba7! Ba1 2 Rb1! Bc3 3 Rc2 Ba1 4 Bd4!! Bxd4 5 Rd3 Ba1 6 Re4!+-.
B
(A. Shoshin, Shahmaty, Jurnal, 1894)
1 Dc1! (zug) 1...Rb3 2 Bc4+ Ra4 3 Da1++; 1...b3 2 Dc5 b2 3 Bc2++; 1...Ra5 2 Dc6 b3 Db5++.

 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: XADREZ JUVENIL :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO