: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :   ATUALIDADES   : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :

Caro Mestre Hélder Câmara,

           solicito o obséquio de divulgar, em seu site na Internet, a minha Carta Aberta à FEXESP, de 17.04.2004, a seguir reproduzida.
                                                                                                         Grato, Hideo Suzuki.
 

         São Paulo, 17 de abril de 2004.

                                     CARTA ABERTA À FEXESP
 

Ilmo. Sr.
            Alexandru Sorin Segal
            DD. Presidente da FEXESP
            Federação de Xadrez do Estado de São Paulo
 

Senhor Presidente

Venho por meio desta carta, solidarizar-me com V.Sa. e seus dignos companheiros de equipe, diante da atitude antidemocrática do sr. José Alberto Ferreira dos Santos, presidente da FPX, que procura desesperadamente, na Justiça, inviabilizar a FEXESP (quem mais está por trás disso tudo, financiando tão onerosa ação judicial? será a FPX uma “empresa” de negócios milionários, uma mina de ouro?).

A FEXESP (o sr. José Alberto sente verdadeiro pavor dessa sigla, refere-se a ela como a “outra entidade”), todos devem saber, foi criada por um grupo de pessoas briosas, dispostas a dar um basta! ao despotismo, à improbidade e à truculência do sr. José Alberto, que vem agindo assim mais de oito anos, julgando-se o proprietário particular, o “dono” dessa velha e carcomida FPX.

A FEXESP, afirmo com plena convicção, representa a esperança e a certeza de moralização do xadrez paulista, porque os seus dirigentes, conheço-os bem, não pactuarão com privilégios iníquos e perseguições mesquinhas, e acolherão com alegria a todos, enxadristas e clubes que pretendam filiar-se, sem impingir-lhes as taxas e anuidades extorsivas sempre cobradas pela FPX do sr. José Alberto.

Parece sintomática essa investida do sr. José Alberto contra a salutar iniciativa de fundação da FEXESP. Afinal, o que ele perderia com a concorrência? Por que privar a comunidade enxadrística das bem organizadas competições programadas pela FEXESP? Por que não conviver pacificamente com “a outra entidade”, até a realização da Assembléia da CBX, que resolveria a questão? Quem tem a consciência tranqüila do dever bem cumprido, não precisa temer o julgamento dos seus pares de outras Federações do país.

Acho que o sr. José Alberto, que não é do ramo, mal sabe mover as peças de xadrez, e talvez nem consiga distinguir uma torre de um cavalo. Assim, não creio que seja por amor ao xadrez que ele se agarra com unhas e dentes ao cargo de  presidente da FPX, caminhando para o décimo ano consecutivo  como  o dono da coisa, da “coisa nossa”. É mais plausível que seja por amor aos ganhos a que se habituou, empregando em proveito próprio e também de seu grupelho íntimo de sanguessugas, os recursos que obtém em nome da FPX.

Recentemente, em audiência no processo a que responde por danos morais  e materiais a uma  enxadrista, o sr. José Alberto confessou ter forjado, no começo de 2002, uma “ata” de reunião extraordinária fictícia, nela relatando fatos fantasiosos dados como ocorridos em 2001. Falsário confesso, tem agora a petulância de insurgir-se contra  a renovadora FEXESP, como se tivesse idoneidade moral para tanto (onde está a vergonha na cara, ?).

Em público, o sr. José Alberto apresenta-se como empresário. Aparece como diretor-gerente da Happy´s Alimentos Ltda., devidamente inscrita no CNPJ do Ministério da Fazenda. Não consta, porém, que possua instalações industriais e empregados registrados. Pode uma “empresaimprodutiva, existente no papel, gerar receitas? Em tal caso, seriam recursos oriundos de fontes duvidosas, a ela indevidamente creditados. Caberia então alterar a razão social, de Happy´s Alimentos Ltda.  para Money´s Lavanderia Ltda. ...

Espero que a Justiça faça realmente justiça, para que a FEXESP possa continuar atuando e florescendo, para o bem do xadrez de São Paulo e do Brasil. Torço fervorosamente para que isso aconteça.


                                                                     Atenciosamente

Caixa Postal 1813                                           Hideo Suzuki
            CEP 01059-970                                               R.G. 1.840.990 – SSP/SP
            Agência Central
            São Paulo – SP

Este espaço está democraticamente à disposição de qualquer um dos destinatários dessa Carta Aberta que por ventura queiram formular uma resposta ao honorável enxadrista Hideo Suzuki (HC).                                                             
 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO