: : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 Há um psiquiatra em casa?   : : : : : : : : : : : : : : : : : : :
 

 

  Do eminente Professor (e Técnico de Xadrez) Alfredo Pereira dos Santos, recebemos este interessante artigo que deixa a descoberto algumas falhas do nosso ensino básico (HC)

 

Há um psiquiatra na casa?

 

O MI Hélder Câmara escreveu em 1999, na sua coluna do Diário Popular, sobre um menino inglês de 8 anos, David Howell, que,  tendo aprendido a jogar xadrez aos 5 anos, com o pai, três anos depois enfrentou o GM Nunn, tendo-o derrotado. Era então o campeão inglês na categoria sub-9/10.
 
Eu nunca tinha ouvido falar nele e de 1999 para cá muita água haveria de ter rolado sob a ponte. Onde andaria hoje o menino? O que estaria fazendo.
 
Fiquei então sabendo que aos três anos os pais (um médico e uma professora) o colocaram na escola cuja foto está abaixo.


 



 

St. Andrews Preparatory School
 
Abaixo estão descritas algumas atividades à disposição dos alunos, entre elas o xadrez.
 
A feature of St Andrew's is the wide range of after-school activities offered to the children. During the two winter terms every evening is full of activity. In the Summer, when longer evenings allow for greater participation in outside pastimes, the activity programme changes to allow for these, alongside the most popular indoor activities. Hobbies include amateur radio, art, canoeing, chess, climbing, computers, cookery, craft, drama, gymnastics, indoor hockey, juggling, model making, stamp collecting, table tennis, textiles and many more.

Participation in hobbies is entirely voluntary but most children choose to take part two or three evenings a week. Many stay for the night afterwards and enjoy the company of their friends in the boarding houses. Constructive use of leisure time is encouraged and hobbies bring girls and boys together in recreational activities. One of the favourite hobbies is climbing where children learn the basic techniques of climbing and abseiling. Skiing trips and adventure holidays organised by staff in the holidays are also very popular.
 
Hoje ele está com 16 anos e é o mais jovem Grande Mestre inglês de xadrez. Agora ele está em outra escola, a que vocês podem ver na foto abaixo.
 
 

 
Eastbourne School
 
Olhando a aparência dessas escolas, onde muitos alunos tremem ao entrar, me veio à mente que a Inglaterra já foi a maior potência mundial, sendo chamada de "O Império onde o sol nunca se punha", e fiquei imaginando a enorme quantidade de disciplina, estudo, dedicação e trabalho que eles tiveram que ter para atingir essa posição e manté-la por mais de um século, depois que se livraram de Napoleão, mandando-o para Elba e depois para Santa Helena, onde morreu.
 
Veio-me a mente a Era Vitoriana, com o seu puritanismo,  juizes que condenavam à forca meninos de 12 anos pelo crime de roubar talheres, dizendo "That´s the law" e a sensação de que tamanhos feitos devem ter sido as custas de enormes doses de repressão sexual e com a criação de legiões de neuróticos obsessivos e sofredores.
 
Não é de se estranhar que tenha sido justamente na Inglaterra que surgiu uma escola como Summerhill, cujo fundador, Alexander Neil dizia que "mais vale o carteiro feliz do que o erudito neurótico".
 
Esses ingleses já foram donos do mundo e construíram estradas de ferro em muitos lugares, inclusive no Brasil. Até as balanças que o Banco do Brasil usava para pesar ouro, eram feitas por eles. Eles nos trouxeram muitas coisas mas nos deixaram muitos problemas, inclusive mentais. Vocês sabiam que o Jânio Quadros "A UDN de porre", adorava a Inglaterra e a cultura inglesa?
 
Acho que somos mais saudáveis do que eles, mas não sei por quanto tempo mais o seremos. Já temos os nossos Holligans e Jack, o Estripador, deve haver muitos em potencial por ai. Fomos expulsos do Paraíso e não podemos  mais voltar. A esperança no "Direito à Preguiça" que o Paul Lafargue nos  inspirou está debaixo de cerrado ataque.
 
Elisa Dolittle também saiu do paraíso e não pode mais voltar. Depois que o professor Higgins disse que o seu inglês vulgar "ofende a nobre arquitetura dessas colunas", referindo-se ao prédio onde se encontravam, e que poderia, em seis meses, ensiná-la a falar tão bem que ela poderia se passar por uma dama em baile da corte, ela caiu em tentação, mordeu a maçã e o resto foi o que se viu. A peça, "My Fair Lady", de Bernard Shaw, foi levada às telas e pode ser encontrada em DVD. A versão é a de 1965, que eu acho muito melhor do que a 1937. É uma aula de Império Britânico.
 
Iremos nós pelo mesmo caminho ou teremos salvação?

 

 

HOME :: PERFIL :: ATUALIDADES :: COLUNAS :: TEORIA :: COMPUTAÇÃO :: ARQUIVO :: XADREZ FEMININO :: LINKS :: CONTATO